ANO: 23 | Nº: 5915

Rochele Barbosa

rochelebarbosa@gmail.com
Jornalista formada pela Universidade da Região da Campanha. Responsável pela produção e reportagem do caderno de Saúde do Jornal MINUANO
09/04/2018 Caderno Minuano Saúde

Boas práticas nos serviços de alimentação

Foto: Divulgação

Nesta semana, nos dias 10 e 11, serão ministradas as duas últimas aulas do curso deste mês
Nesta semana, nos dias 10 e 11, serão ministradas as duas últimas aulas do curso deste mês

A preocupação com boas práticas de alimentação tem feito com que a equipe do curso de Nutrição da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) em parceria com a Prefeitura de Bagé, forme, no projeto de extensão, trabalhadores dos serviços de alimentação em vigilância sanitária.

A Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nº 216/04 dispõe sobre Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação que são procedimentos que devem ser adotados por serviços de alimentação com o objetivo de garantir a qualidade higiênico-sanitária e a conformidade dos alimentos com a legislação sanitária. Além disso, define o termo manipulação de alimentos como todas as operações efetuadas sobre a matéria-prima para obtenção e entrega ao consumo do alimento preparado, envolvendo as etapas de preparação, embalagem, armazenamento, transporte, distribuição e exposição à venda.

Essas práticas visam boa saúde para todos os consumidores. Nesta edição, a professora Vera Maria de Souza Bortolini e acadêmicas de Nutrição irão falar sobre o curso, quando é fornecido e o que auxilia na prevenção de doenças.

Auxiliando na prevenção e combate de doenças

Conforme a professora Vera, o curso de extensão tem por objetivo a formação dos trabalhadores dos serviços de alimentação como pré-requisito para a liberação do Alvará Sanitário Municipal. “As capacitações são realizadas a cada dois meses, com a previsão de 30 vagas mensais. A parceria começou no ano de 2016 e, atualmente, com cursos de 16 horas”, conta.

A profissional de nutrição explica que o projeto tem por objetivo capacitar empresários e funcionários da alimentação sobre as boas práticas de alimentação e possibilitar aos acadêmicos de nutrição a vivência em organização de eventos e elaboração de palestras e também a possibilidade do contato e troca de experiência na área da alimentação coletiva. “A Urcamp, como instituição comunitária, deve estar inserida na comunidade, logo a capacitação e formação de trabalhadores dos serviços de alimentação, reafirma seu compromisso e fornece subsídios na qualificação desses serviços, possibilitando ao acadêmico um novo olhar sobre a sua atuação profissional”, ressalta.

"Cada vez mais devemos nos preocupar com a alimentação segura e de qualidade, entende-se como alimentos seguros os produtos obtidos, conservados, transportados, transformados, expostos à venda ou consumo e preparados em condições que garantam o controle de perigos e agentes de doenças ao homem", informa a nutricionista. “São alimentos que não apresentam riscos de causar danos à saúde do consumidor, evitando assim as Doenças Transmitidas pelos Alimentos (DTAs)”, esclarece.  

"A segurança alimentar contempla, também, as questões de educação alimentar e hábitos alimentares", destaca Vera. “Hoje, no Brasil, nós temos um grande índice de pessoas acima do peso, que necessitam de orientação para a mudança do comportamento alimentar, este é um espaço que deve ser utilizado pelo profissional de nutrição, objetivando a saúde da população”, completa.

A professora universitária também acrescenta dizendo que nos encontros são abordados assuntos sobre higiene dos alimentos, equipamentos, higiene pessoal e ambiental, baseados na cartilha de Vigilância Sanitária da Anvisa.  “Nesta semana, nos dias 10 e 11, serão ministradas as duas últimas aulas do curso deste mês, o próximo será no mês de junho, dias 5, 8, 12 e 15”, complementa.

O curso é feito pelas professoras Vera Bortolini e Gabriela Shirmann e as acadêmicas de nutrição da Urcamp, Aline Martins e  Francine Dutra Furtado.

Dicas de cuidados com os alimentos

- Higienizar bem os alimentos;

- Verificar a data de validade dos produtos industrializados;

- Verificar as embalagens se não estão danificadas;

- Realizar uma alimentação variada e colorida;

- Incluir sempre frutas e vegetais na alimentação diária;

- Controlar o consumo de açúcares e gordura

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...