ANO: 25 | Nº: 6356
10/04/2018 Cidade

Candiota busca viabilizar recebimento de recursos do governo federal

Foto: Divulgação

Prefeito e autoridades do município se reuniram com representantes do Banco do Brasil para criação de conta específica
Prefeito e autoridades do município se reuniram com representantes do Banco do Brasil para criação de conta específica

Após ser confirmado que Candiota está entre os municípios que receberão recursos do governo federal para ações e obras de emergência contra a estiagem, a prefeitura está se preparando para receber o auxílio, que inicialmente deve ser de R$ 16,5 mil. Na semana passada, o prefeito de Candiota, Adriano dos Santos, se reuniu com autoridades do município e representantes da agência local do Banco do Brasil, para abrir uma conta especial, onde o Executivo receberá, automaticamente, os valores, assim que liberados. Entretanto, o gestor conta que espera a chegada de um cartão da Defesa Civil, que será usado para realizar os pagamentos e viabilizar transparência nas compras.
Santos afirma que o valor deve ser utilizado na contratação de caminhões-pipa que ajudarão no abastecimento de residências do município e na compra de combustível para transporte de cestas básicas. Ele conta que a prefeitura já recebeu 284 das 350 cestas básicas pedidas para as famílias cadastradas no Número de Identificação Social (NIS). O município deve buscar o restante das bolsas nesta semana, sendo que o cronograma de distribuição já está sendo trabalhado pela prefeitura.
O repasse foi anunciado no início do mês, quando o Ministério da Integração Nacional autorizou o recurso de R$ 1,7 milhão para municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. A pasta liberou R$ 68,4 mil especificamente para reforçar o sistema de abastecimento de água na região da Campanha. Além de Candiota, Hulha Negra receberá R$ 21,9 mil e Pedras Altas será contemplada com R$ 30 mil.

Auxílio
Para obter auxílio material e financeiro da Defesa Civil nacional, os municípios devem apresentar um relatório com diagnóstico dos danos e o Plano Detalhado de Resposta, por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres. A documentação é analisada pela equipe técnica da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e, se aprovada, o recurso é definido e disponibilizado pelo Ministério da Integração.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...