ANO: 25 | Nº: 6313
12/04/2018 Esportes

Totonho Padilha é demitido do Guarany

Foto: Tiago Rolim de Moura

Quatro nomes são estudados para substituir Padilha
Quatro nomes são estudados para substituir Padilha

O treinador Totonho Padilha, que assumiu o cargo no Guarany no dia 26 de fevereiro, foi demitido nesta tarde. Junto com ele, a comissão técnica também abandonou o clube: Roberto Padilha – filho de Totonho, Marcelão e Mateus Barbieri, auxiliar de Roberto. Conforme o presidente do clube, Pedro Trindade Martins (Sabella), quatro nomes estão sendo estudados para assumir a posição: Paulo Freitas, Leco, Badico e Géverton Duarte.

Totonho conta que a justificativa do presidente foi a “falta de comando” do time, em função de um desentendimento entre dois jogadores. Entretanto, ele diz que sabia da intenção da direção em colocar outra pessoa em seu lugar. O técnico afirmou que o clube estava esperando apenas uma “desculpa” para tirá-lo da equipe.

O profissional ressalta que “sabe ter feito um bom trabalho” e, mesmo antes da estreia na Terceirona, tinha resultados positivos, ganhando três amistosos. Ele conta que ainda não foi pago pelo tempo de trabalho no alvirrubro e tinha um contrato com o clube até o dia 31 de dezembro.

Sabella declarou que, como gestor do Guarany, cabe a ele as decisões referentes ao clube. Ele falou do desentendimento entre os atletas e ressaltou que já havia solicitado ao técnico para que resolvesse o problema. O presidente disse que será feito um acordo com Padilha e que o salário está um dia atrasado, já que a data para o pagamento é dia 10.

Além dos nomes citados para comandar o time, Sabella conta que o preparador físico já foi contratado - Sílvio Rogério da Silva – mesmo que atuou no segundo semestre do ano passado no alvirrubro.

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...