ANO: 25 | Nº: 6208
13/04/2018 Segurança

Homem é preso por matar companheira e ocultar cadáver

Foto: Divulgação

Darlene deixa quatro filhos menores de idade
Darlene deixa quatro filhos menores de idade

Rodrigo Fonseca Garcia, 31 anos, foi preso em flagrante, na madrugada de ontem, acusado pelo crime de feminicídio e ocultação de cadáver de sua esposa, Darlene da Silva Pires, 36 anos.
Por volta das 2h, a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), em conjunto com a 2° Delegacia de Polícia Civil, encontrou o corpo de Darlene, que estava desaparecida desde domingo, na localidade de Três Flores, Distrito de Palmas, zona rural de Bagé.
O acusado apontou onde estava o corpo da vítima. Os delegados titulares da Deam e da 2°DP, Carem do Nascimento e André Mendes, respectivamente, acompanham as investigações do caso. O levantamento técnico foi feito pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) de Santana do Livramento.
A investigação começou após o registro, feito pelo acusado, na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), do desaparecimento da vítima, na segunda-feira passada, onde ele informou que sua esposa teria pego carona de caminhonete Strada, cor vermelha, e depois teria sumido, no domingo.
A equipe de investigação da 2ª Delegacia de Polícia começou a apurar os fatos buscando encontrar a vítima. Em um determinado momento, segundo a  delegada Carem, com a falta de informações prestadas pelo suspeito, podia se tratar de um feminicídio. “Durante os questionamentos ele não falava, negava e quando confessou o crime foi de maneira muito fria”, explicou.
A delegada ressalta que, em depoimento, o acusado contou que matou a vítima no domingo. Ele disse que desferiu três golpes de capacete na cabeça de Darlene e também teria esganado a mulher, pois ela estaria reclamando. Após, Garcia arrastou o corpo e, com uma pá, abriu a cova e a enterrou. “Ele registrou, na delegacia de polícia, como desaparecimento, possivelmente para criar um álibi”, completou a delegada.
Segundo a investigação, a motivação do crime seria uma discussão iniciada após a motocicleta em que o casal estava, ter apresentado problema durante um trajeto na área rural. A delegada também ressaltou que um dos fatos que auxiliou a chegada da elucidação da autoria do crime, foi que o pai do acusado, um homem de 66 anos, cometeu suicídio em um galpão, na quarta-feira passada, às 11h, na localidade Palmas e no local, onde estava o corpo do homem, havia um capacete. “Esse capacete estava com marcas de sangue e foi reconhecido pelos filhos como sendo de Darlene”, acrescentou a titular da Deam.
Carem informou, também, que não havia registro de agressão do casal na delegacia. “Agora pedimos a prisão preventiva. Garcia foi preso em flagrante por ocultação de cadáver”, relata. A delegada concluiu dizendo que participou da necropsia no Departamento Médico Legal (DML) e contou que o médico apontou, como causa da morte, traumatismo craniano e esganadura.
O acusado, que é natural de Hulha Negra, não tinha passagens pela polícia. Ele foi apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e, após, encaminhado ao Presídio Regional de Bagé (PRB). Darlene, que era empregada doméstica, deixa quatro filhos de 15, 11, nove e cinco anos de idade. O casal residia na Coxilha do Fogo, bairro União. 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...