ANO: 24 | Nº: 5986
14/04/2018 Cidade

Projeto Urcamp Documenta inicia reportagens alusivas aos 60 anos da Escola Frei Plácido

Foto: Jéssica Pacheco/EspecialJM

Estudantes de Jornalismo colhem depoimentos para contar história da primeira Escola Técnica de Bagé
Estudantes de Jornalismo colhem depoimentos para contar história da primeira Escola Técnica de Bagé

Reviver a memória. Contar uma história. Reencontrar, entre o passado e o presente, um acervo documental que completa 60 anos desde a fundação na Escola Frei Plácido. Essa é a pauta do próximo documentário desenvolvido pelos acadêmicos do curso de Jornalismo da Universidade da Região da Campanha, dentro do projeto Urcamp Documenta. O lançamento da parceria entre as instituições de ensino iniciaram na tarde de sexta-feira, no coquetel que reuniu ex-professores, ex-diretores e ex-alunos da primeira Escola Técnica de Bagé. Na ocasião, os alunos já realizaram as primeiras reportagens. 

O projeto de extensão com os acadêmicos do quinto semestre de Jornalismo está sob a coordenação da professora de Telejornalismo I, Roberta Mércio. De acordo com a docente, o Urcamp Documenta é uma das oportunidades que o aluno tem para vivenciar, na prática, aquilo que ele está aprendendo em sala de aula. “Além disso, eles estão prestando um serviço para a comunidade na medida em que passam pela experiência de encontrar diversas gerações contando suas histórias, como é o caso de hoje”, enfatiza ao mencionar que esse trabalho leva, ainda, diversas lições de vida dos personagens e mostra o potencial dos futuros jornalistas. 

Para o acadêmico Marcelo Rodriguez, o documentário em desenvolvimento é muito importante, não só pelo que ele representa para a comunidade, mas por trazer o sentimento de crescimento. “São pautas como estas que humanizam, e muito, o profissional que seremos no futuro”, explica. Ele destaca que os estudantes estão engajados em resgatar a memória do colégio Frei Plácido. “Começamos, hoje, uma campanha junto aos meios de comunicação que tem por objetivo pedir que a comunidade ajude a contar a história dessa escola sob diversos ângulos, com fotos e documentos da década de 60, 70, já que o próprio colégio tem um acervo que começa apenas nos 90. Tudo que conseguirmos, além de implementar a história, fará parte do documentário”.

O projeto culminará com uma série de reportagens até o dia 13 de junho, quando a escola celebra o aniversário de 60 anos e o documentário terá sua primeira exibição.  

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...