ANO: 24 | Nº: 6014
17/04/2018 Campo e Negócios

Exposição Passaporte define primeiros classificados para a Morfologia da Expointer

Foto: Divulgação/ABCCC

JA Padroeira, da Cabanha Santa Edwiges, foi destaque entre as fêmeas
JA Padroeira, da Cabanha Santa Edwiges, foi destaque entre as fêmeas
O Parque Ildefonso Simões Lopes, da Associação Rural de Pelotas, sediou, no final de semana, a Exposição Passaporte da raça Crioula. O evento, que reuniu 70 exemplares, classificou oito para a disputa da prova de Morfologia da Expointer deste ano.
Ao lado da sede da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), o jurado Jorge Rosas Demiate Júnior avaliou cada passada dos animais em pista, onde os exemplares mais jovens chamaram a atenção do avaliador. Sobre os grandes campeões, a impressão não poderia ser melhor. "Os dois animais novos, de muita qualidade racial, muito adorno, muito selo. A potranca (Melhor Exemplar) diferenciada, que caminha com muita facilidade, impressiona a entrada dela na pista por beleza e por feminilidade", comentou ele.
Para a Cabanha Santa Edwiges, de São Lourenço do Sul (RS), a pista de Pelotas é uma velha conhecida. Passaportear já virou rotina, mas o gosto por ver cada novo animal entrando com força nas avaliações morfológicas ainda é um grande satisfação para os representantes do criatório. Na fila das fêmeas, desta vez foram dois destaques: a Grande Campeã e Melhor Exemplar da Raça, JA Padroeira, e também a Reservada Grande Campeã, Olímpica de Santa Edwiges. "Essas potrancas são de duas gerações diferentes e elas eram as mais lindas da geração delas, então desde pequenas nós tinhamos essa esperança de que poderiam representar bem o trabalho da Santa Edwiges. E agora está confirmado", conta José Antônio Anzanello, um dos proprietários da cabanha.
Também entrando na linha dos jovens animais que saíram na ponta, Semblante Mapocho carimbou o passaporte com o bônus de ter sido eleito o Grande Campeão da disputa. Orgulho para o criatório, a Cabanha Mapocho, e também para o Condomínio Semblante, que fez a aposta certeira e adquiriu o potranco em um leilão recente onde o zaino foi destaque. "Desde que ele nasceu ele é o melhor potranco da geração e a gente tinha certeza que tinha um projeto bem promissor para ele. Ele carrega a genética de três grandes animais bem importantes da cabanha", explica Cláudia Sant'Anna, uma das expositoras do afixo Mapocho.
Para a organização, tudo saiu dentro do esperado. Com bom número de participantes e a estrutura montada para receber e julgar, o panorama final foi bastante positivo para o presidente do Núcleo Sudeste, Roberto Xavier Martins. "A nossa exposição de Passaporte honrou o que Pelotas merece ter. Uma exposição de qualidade, alto nível de animais. E isso faz com que a gente tenha uma representação lá na Expointer muito forte. Então estou muito contente de ser presidente do núcleo e poder promover um evento dessa qualidade", avaliou.
A listagem dos classificados, na íntegra, pode ser conferida pela internet, no site da ABCCC.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...