ANO: 25 | Nº: 6384
17/04/2018 Cidade

Reunião em Bagé tratará de fornecimento de água potável na Serrilhada

Foto: Arquivo JM

Construção de cisternas na localidade estará na pauta do encontro
Construção de cisternas na localidade estará na pauta do encontro

A Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect) e o Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores no Rio Grande do Sul (Eresul) promovem, na quinta-feira, no salão nobre da Prefeitura de Bagé, reunião destinada a discutir medidas com vistas à provisão de água potável para o distrito da Serrilhada, localizado na divisa de Dom Pedrito.
A região brasileira fronteiriça é separada por uma rua da vila uruguaia Serrilhada, no Departamento de Rivera, no Uruguai. Na localidade, o serviço de abastecimento de água potável é precário, uma vez que a água é fornecida informalmente pelo Departamento de Rivera. Os dois governos têm interesse em regularizar a situação.
Promovido pela Prefeitura de Bagé, Eresul e Sdect, foram convidados para a reunião com representantes do Ministério das Cidades, Ministério do Meio Ambiente, Ministério do Desenvolvimento Social, Comissão Permanente para o Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira, Agência Nacional de Águas (ANA), Intendência de Rivera (Uruguai), Consulado do Uruguai, Consulado do Brasil no Uruguai, Corsan, CEEE, Comissão do Mercosul, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, e Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema). Os convites para a reunião foram expedidos, conjuntamente, pelo secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Evandro Fontana, e pela embaixadora Eliana da Costa e Silva Puglia, pelo Eresul.
A finalidade do encontro internacional é obter um documento que permita ao Uruguai ceder água para cerca de 50 famílias que moram na parte brasileira de Serrilhada. Há mais de duas décadas, o Brasil oferece energia elétrica para a vila. O coordenador do Núcleo Regional de Integração da Faixa de Fronteira do Rio Grande do Sul – Núcleo RS e integrante do Departamento de Promoção Comercial e Assuntos Internacionais da Sdect, José Rosa de Oliveira, adiantou que a pauta do encontro prevê a avaliação de três linhas de ação: 1) cedência de água pelo Uruguai; 2) construção de cisternas; e 3) perfuração de poços artesianos.


Programação

9h - Abertura;
9h20min - Apresentação das medidas que estão sendo tomadas pelas prefeituras de Bagé e Dom Pedrito para o fornecimento de água à localidade de Serrilhada;
9h50min - Medidas que o governo do Estado está tomando para o fornecimento de água à localidade de Serrilhada;
10h10min - Proposta dos representantes do Uruguai para o fornecimento de água à localidade da Serrilhada;
10h40min - Proposta do Ministério das Relações Exteriores para a regularização do fornecimento emergencial de água pelo Uruguai à localidade de Serrilhada;
11h - Debate, apresentação de sugestões e fechamento de propostas de ações positivas para a solução definitiva do problema;
11h50min - Apreciação da ata da reunião e assinatura;
12h - Encerramento.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...