ANO: 25 | Nº: 6381
23/04/2018 Cidade

Assembleia geral do Corede irá dar início à Consulta Popular 2018

Foto: Tiago Rolim de Moura

Processo de organização deve iniciar esta semana
Processo de organização deve iniciar esta semana

A Consulta Popular é uma das ferramentas mais democráticas para distribuição de recursos públicos. A edição deste ano já está sendo organizada e pensada a fim de garantir a cobertura de todas as demandas mais urgentes da região.
Na última semana, a reitora da Urcamp, Lia Maria Herzer Quintana, foi reeleita presidente do Conselho Regional de Desenvolvimento da Região da Campanha (Corede Campanha). Ela será a responsável por conduzir a organização da consulta deste ano, juntamente com representantes regionais e municipais. Para dar início ao processo, uma assembleia, reunindo os prefeitos dos municípios abrangidos pelo Corede Campanha, os presidentes das Câmaras de Vereadores, deputados da região e sociedade civil organizada, acontece no próximo dia 26. No encontro, será encaminhado o processo da consulta, considerando as propostas e os recursos destinados pelo governo.
Neste ano, serão destinados R$ 80 milhões para a Consulta Popular no Rio Grande do Sul. Para a região, serão cerca de R$ 3 milhões, para atender aos projetos definidos como prioritários.

Prioridades de 2017
Em 2017, a cédula de votação contou com sete programas, sendo que os três mais votados foram saúde: qualificação e financiamento de centros de especialidades ou hospitais; segurança pública: patrulha e monitoramento do abigeato e desenvolvimento rural: apoio à cadeia produtiva do leite e da pecuária de corte, ovinocultura e agroindústrias.
Dos 12 projetos elencados, a Saúde foi o segmento com maior número de projetos. Para Bagé, por exemplo, foi encaminhado R$ 206.463,46 para aquisição de equipamentos para o Hospital Universitário Dr. Mário Araújo. O mesmo valor também foi destinado à compra de equipamentos para a Santa Casa de Caridade de Bagé. Outros municípios, como Dom Pedrito e Aceguá, também receberam recursos para investir na Saúde.
Aceguá recebeu, ainda, R$ 91.779 para realizar melhorias nas estradas vicinais, assim como Hulha Negra e Candiota, que também foram contempladas com valores para atender as prioridades.
Lavras do Sul teve verba destinada de R$ 51.724,24 , para ser aplicada no desenvolvimento da agricultura familiar e aquisição de insumos.

BOX
O que dizem os gestores municipais
"A Consulta Popular é mais um importante instrumento da comunidade para que suas necessidades sejam ouvidas e atendidas. O governo municipal só tem a ganhar através dessa mobilização, que aponta prioridades e depende da participação ativa da comunidade. “O tomógrafo que está instalado no Hospital Universitário foi conquistado, através da Consulta Popular. Hoje, atende à comunidade bajeense e zerou a fila para esta demanda. Uma conquista do povo para o povo”, avaliou Divaldo Lara, prefeito de Bagé.
“É mais que importante, uma vez que os recursos do Estado são inseridos no orçamento estadual através de uma consulta popular. Hulha Negra já foi contemplada por diversas vezes. No ano passado, foi inserido em torno de R$ 115 mil e, para este ano, esperamos que o Estado disponibilize aproximadamente R$ 150 mil", comentou Renato Machado, prefeito de Hulha Negra.
"Qualquer metodologia e qualquer ferramenta de participação popular é importante. Acredito que a Consulta Popular é um pouco restrita, podendo ser mais ampla, como nós fazemos em Candiota, onde temos a gestão participativa, que vai além do orçamento, vai até as comunidades do município para debater e construir juntos também a forma de executar, mas, de qualquer forma, a consulta é positiva e vem para ajudar que o processo chegue, cada vez mais, nas pessoas, que são quem devem decidir, mencionou Adriano Castro, prefeito de Candiota.
"Apesar de não ser um valor liberado exorbitante, a Consulta Popular é muito importante. Através dela, em sua primeira edição, ainda no governo de Olívio Dutra (PT), conseguimos o valor necessário para construção da Unidade Básica de Saúde. No ano passado, conseguimos R$ 230 mil para o Hospital da Colônia Nova e R$ 91 mil para as estradas do interior. Neste ano, vou fazer tudo para defender a segurança, que está muito mal estruturada", destacou Gerhard Martens, prefeito de Aceguá.
"Sabemos a importância dos conselhos para discutir o desenvolvimento regional e o Corede é importante para unirmos forças para projetos e empreendimentos. O conselho vem sendo conduzido de uma forma muito boa, que dá segurança aos municípios, discutindo as prioridades buscadas para promover desenvolvimento regional. É uma ferramenta poderosa. Para esta Consulta Popular, esperamos que a região da Campanha tenha os anseios ouvidos e sistematizados, porque é isso que a Consulta Popular oferece à comunidade, a possibilidade de expor o que se espera para o local que vive. Acredito que as prioridades serão voltadas para saúde, educação e segurança pública, que compõem a tríade que dá tranquilidade para a população", frisou Sávio Prestes, prefeito de Lavras do Sul.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...