ANO: 26 | Nº: 6523
24/04/2018 Cidade

Futura cobrança de estacionamento rotativo terá parquímetro com cartão magnético

Foto: Tiago Rolim de Moura

Nova modalidade de cobrança será instaurada por empresa vencedora da licitação
Nova modalidade de cobrança será instaurada por empresa vencedora da licitação

Com a suspensão da licitação para contratação de empresa para monitorar a fiscalização do estacionamento rotativo, a fim de revisão no edital, um detalhe chama atenção no novo serviço a ser prestado: a instalação de parquímetros.
O secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Luís Diego Soares, explica que, com a suspensão da licitação para revisão do edital solicitada por algumas empresas, mudanças foram realizadas para melhorar a qualidade do serviço prestado. Uma destas questões é a instalação de parquímetros em todas as quadras onde o serviço de estacionamento rotativo estiver implantado.
"Hoje, o rotativo funciona apenas com o cartão de marcação, que é comprado. Com a modernização do sistema e a instalação destes novos equipamentos, vamos facilitar para os usuários, que terão a alternativa de pagar com moedas ou com cartão magnético com crédito carregável, ou ainda através de um aplicativo de celular. Essas mudanças nos abrem mais possibilidades de serviços”, destaca.
O aplicativo (app) é outra inovação buscada pela secretaria. Baixando o programa no aparelho celular, o motorista terá a possibilidade de controlar o tempo de estacionamento e pagar diretamente pelo app, com os créditos disponíveis no cartão magnético.
Ainda não há um prazo para implantação do serviço, já que depende da revisão do edital e retomada do processo licitatório. Contudo, Soares garante que os monitores mantêm a fiscalização do sistema atual. “As pessoas que vão desempenhar essa função serão escolhidas pela empresa vencedora”, afirma.
O município disponibiliza, hoje, 800 vagas pagas, em 37 quadras. Desde abril de 2016, o serviço de monitoramento é terceirizado, mas o município continuou realizando a manutenção, implantação de placas e compra dos cartões. Com a concessão, a prefeitura passará a receber um percentual pelo serviço, sem ônus.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...