ANO: 25 | Nº: 6405
26/04/2018 Cidade

Cestas básicas destinadas pela União serão entregues para famílias cadastradas no NIS

Foto: Divulgação

Pacotes devem ser entregues nos próximos 30 dias
Pacotes devem ser entregues nos próximos 30 dias

A Prefeitura de Bagé recebeu, ontem, três mil cestas básicas, repassadas pelo governo federal, que serão entregues às famílias em vulnerabilidade social, cadastradas no Número de Inscrição Social (NIS). Os recursos foram trazidos de Cachoeirinha, na região metropolitana, por uma comissão formada por integrantes da Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso (Smasi) e da Defesa Civil do município. A estimativa do Executivo era de que as três carretas chegassem ao município na madrugada de hoje. Para marcar o recebimento das unidades, a prefeitura deve realizar um evento, à tarde.

A ação é uma das solicitações feitas, no dia 21 de março, em Brasília, pelo prefeito de Bagé, Divaldo Lara, do PTB, ao Ministério da Integração Nacional, como medida para reverter os prejuízos causados pela estiagem no município. O pedido foi autorizado pelo ministério e realizado pela Defesa Civil do município, através de um sistema disponibilizado pelo governo federal.
Segundo o secretário responsável pela Smasi, Carlos Adriano Carneiro (Esquerda), como o número de pacotes não é o suficiente para as sete mil famílias cadastradas no NIS, a pasta definirá um calendário de entrega para aqueles que mais necessitam.
Conforme informações da assessoria de imprensa da prefeitura, a secretaria e a Defesa Civil devem contatar os beneficiados nos próximos dias, para que os mesmos retirem as suas unidades. As cestas serão entregues às famílias da zona rural e da periferia do município. O motivo para a escolha, segundo o informado, se dá por estas áreas serem as mais afetadas pela estiagem, além de apresentarem maior dificuldade na distribuição de água.
A expectativa da prefeitura é que todos os pacotes estejam sob a posse das famílias contempladas até a primeira quinzena de maio, pois o Executivo tem o prazo de 30 dias para prestar contas com o ministério.


Horas/Máquina
Ao contrário do que foi informado, ontem, por equívoco, o Executivo de Bagé não receberá o auxílio de horas/máquina, destinadas à abertura e limpeza de açudes. O coordenador da Defesa Civil do município, tenente Ronaldo da Rosa, salienta que o pedido foi indeferido pelo Ministério da Integração Nacional, pois o mesmo foi entendido com caráter de prevenção, e não emergencial.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...