ANO: 26 | Nº: 6526
26/04/2018 Esportes

Definido o grupo da Aeje no Campeonato de Futebol Feminino

Foto: Divulgação

Grupo começa a competir no Campeonato Gaúcho, em julho
Grupo começa a competir no Campeonato Gaúcho, em julho
Os times e os grupos da série A do Campeonato Gaúcho de Futebol Feminino estão definidos. A divisão foi realizada em uma reunião na Federação Gaúcha de Futebol (FGF), na semana passada. A Associação Esportiva João Emílio (Aeje), de Candiota, está no mesmo grupo que Rio Grande, Internacional e Sapucaiense. O diretor técnico do clube, Cléo Luiz Lopes de Moura, avalia que, pelo segundo ano consecutivo, a Aeje está no grupo mais difícil da competição.
O Grupo B é integrado por Palestra, Ijuí, Grêmio, Guarani de Lajeado e Estrela. O Grupo C terá Oriente, Black Show, Santaritense e Brasil de Farroupilha. Para a próxima fase, classificam-se duas equipes de cada grupo e os dois melhores terceiros lugares. A previsão de começo das disputas é 22 de julho e os jogos devem encerrar em 25 de novembro. Conforme informações da FGF, a definição das partidas deve ser divulgada em maio.
Este será o primeiro ano em que serão organizadas duas competições femininas – as séries A e B. Na série A, estão os times que já participaram da competição em 2017. Quem começar a participar, a partir deste ano, entrará na série B. Também houve outra mudança. Em 2018, a FGF será a responsável pela competição da série A. Até então, a Associação Gaúcha de Futebol Feminino organizava o campeonato.
Moura comenta que o primeiro objetivo será passar pela primeira fase da competição. Até agora, o time se reuniu em dois treinos. O treinador também conta que os próximos encontros serão difíceis, já que os jogos para o campeonato sub 18 estão previstos para começar em breve. O grupo adulto possui 28 jogadoras e cerca de 20 devem ser inscritas para o campeonato.

Sub 18
Antes do campeonato adulto, a partir de 22 de maio, a Aeje terá ainda o campeonato sub-18 para enfrentar. O time, segundo Moura, é “um dos melhores do Rio Grande do Sul” e a expectativa é que vá até as fases finais. Até agora, a associação possui 35 atletas à disposição, mas poderá inscrever apenas 30. Moura afirma que as escalações devem ser decisões difíceis, já que há muitas opções de boas jogadoras para cada posição.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...