ANO: 25 | Nº: 6282
05/05/2018 Cidade

Cerca de 80% das escolas estaduais da região contam com serviço de monitoramento

Foto: Tiago Rolim de Moura

coordenador afirma que preferência pelo serviço se dá por ser uma alternativa mais barata do que contratação de vigilantes
coordenador afirma que preferência pelo serviço se dá por ser uma alternativa mais barata do que contratação de vigilantes
Na atualidade, cerca de 50 escolas estaduais atendidas pela 13ª Coordenadoria Regional de Educação (13 CRE) contam com serviço de monitoramento eletrônico 24 horas por dia. A estimativa, que representa, aproximadamente, 80% das instituições de ensino da rede na região, foi repassada pelo coordenador regional de Educação, José Carlos Nobre, o qual destacou que os serviços são mantidos com recursos da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) ou das próprias escolas.

Nobre conta que a preferência por esse tipo de serviço de segurança ocorre em virtude desta ser uma alternativa mais econômica que a contratação de vigilantes. De acordo com o coordenador, os delitos com maior frequência são o furto de material eletrônico e a depredação dos bens e estrutura das escolas. A maioria dos delitos, conforme ele, se concentra em Bagé, justamente por essa ser a cidade com maior número de instituições na região, tendo 21 escolas da rede estadual em seu território.

Para as escolas da região que desejam o serviço e ainda não o têm, Nobre pede que entrem em contato com a 13ª CRE. "Existe a possibilidade do Estado fazer o termo de dispensa de licitação para contratar empresas de vigilância e monitoramento para qualquer escola da rede estadual", conta.

Cipave

Além do monitoramento eletrônico, os órgãos estaduais também estão trabalhando para conscientização das escolas e da comunidade local sobre a segurança e as responsabilidades sociais. Para isso, o coordenador destaca a atuação da Comissão Interna de Prevenção a Acidentes e Violência Escolar (Cipave), que busca orientar a comunidade escolar sobre as mais diversas situações que podem ocorrer no ambiente escolar e seu entorno, como o bullying, a violência e o uso de drogas.
Mais informações sobre o programa podem ser obtidas através do site www.cipave.rs.gov.br

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...