ANO: 25 | Nº: 6379
05/05/2018 Cidade

Cine Gastronomia: analisando a profissão através da sétima arte

Foto: Antônio Rocha

Projeto de extensão teve início na noite de quinta-feira
Projeto de extensão teve início na noite de quinta-feira
A sala de aula virou cinema. Assim resumimos a noite da última quinta-feira, dia 3, no curso de Gastronomia da Universidade da Região da Campanha (Urcamp). Idealizado como projeto de extensão, o Cine Gastronomia nasce com o objetivo de contrapor os ensinamentos teóricos com a realidade de diversos momentos da história através da sétima arte. O primeiro encontro teve a exibição do longa metragem "Vatel: um banquete para o Rei" e, após, debate com o gastrônomo Júnior Lagoa e a empresária Cema Isquierdo.
De acordo com as responsáveis pelo projeto, professoras Clarisse Ismério e Chris Severo, o Cine Gastronomia surge para integrar prática e teoria como geradoras de conhecimento. "Inicialmente, a professora Clarisse teve a ideia de recomendar uma lista de filmes para os acadêmicos, títulos que mostrariam, através da arte, a gastronomia como um todo. Conversando, lançamos juntas essa extensão para integrar os alunos e as disciplinas de todo semestre", explica Chris Severo, que leciona Fundamentos de Gestão.
Na primeira edição, foi exibido o longa metragem Vatel: um banquete para o Rei. "O filme conta a história de um chef que tem a missão de preparar um banquete que, naquela época, se estendia por três dias. A partir dele, analisamos toda estrutura simbólica do universo gastronômico e sua ligação com os processos de gestão. E detectamos problemas que aconteciam naquele tempo e ainda são encontrados nos dias de hoje", comenta a professora Clarisse Ismério, responsável pela disciplina de História e Cultura Gastronômica.
Para os acadêmicos, a experiência da teoria vir ao encontro do entretenimento é uma das formas de conduzir melhor o conhecimento. Para Hellen Dias, nutricionista formada pela Urcamp, há 9 anos, a escolha do curso de Gastronomia como segunda graduação já aponta planos para o futuro. A estudante visa a gastronomia funcional e ficou encantada com a metodologia do projeto de extensão. "A sala de aula, para nós que trabalhamos o dia inteiro, se torna, às vezes, massante. Quando chegamos na universidade e percebemos que o aprendizado está aliado à diversão, é possível ter um melhor aproveitamento do conteúdo", analisa ao complementar: "o filme fala de um rei. Mas todos nós somos reis. Todos precisamos e merecemos uma alimentação de qualidade. Como nutricionista, sempre digo que o alimento é um medicamento que cura o físico e o emocional. É por isso que quando vamos preparar uma comida para alguém, aquele é o nosso rei; buscamos fazer o nosso melhor, pois é através do preparo que buscamos conquistar quem vai apreciar. É uma forma de carinho", conclui.

Próximos passos
O primeiro Cine Gastronomia é divido em três momentos, o lançamento, na noite de ontem, e mais duas datas: 7 de junho, com a exibição do filme "Festa de Babette" e debate com Patrícia Salla e Isabel Messias; e 12 de julho, com o longa "A 100 passos de um sonho" e a conversa fica a cargo do sócio da Vinícola Batalha, Giovani Peres, e da empresária Regina Macedo.
Parcerias
A estreia foi de cinema, com pipoca e tudo. O curso entregou aos acadêmicos um material personalizado do projeto e contou com a parceria da Mi Ventana, Vinícola Batalha e dos cursos de Medicina Veterinária e Agronomia que ofereceram mimos aos palestrantes.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...