ANO: 24 | Nº: 6185
08/05/2018 Editorial

Básico e salgado

Estabelecer se o valor do vencimento recebido é suficiente vai muito além de avaliar a média de ganhos entre os trabalhadores em atividade. Identificar o custo das despesas fixas, estabelecidas pelo próprio mercado, é, numa síntese mais rápida, um recurso eficiente para dar início a uma avaliação sustentável.
A definição de um parâmetro como o custo da cesta básica, por exemplo, serve para estabelecer não apenas o valor de uma série de produtos, mas para definir se os rendimentos da população garantem a aquisição de uma lista mínima para a manutenção de uma família. Aliás, em Bagé, este trabalho de pesquisa é capitaneado, há anos, por professores e estudantes da Universidade da Região da Campanha, e serve, claro, como uma contribuição de conhecimento a toda a sociedade.
Na avaliação mais recente, publicada ontem, foram constatados números que apontam que o valor de uma cesta básica já compromete, nada menos que, 80,74% da renda de quem recebe um salário mínimo. O montante, como mostra o levantamento, demonstra que está salgado arcar com tais custos, especialmente para quem recebe menos. Até mesmo ao se comparar a suba especificada no comparativo entre o último semestre do ano passado e os primeiros três meses de 2018: nada menos que 16,91% mais caro.
É claro que quem for ao mercado, percebe que alguns itens, pela elevação de preços, tornaram-se mais distantes de preencherem a lista de compras. Haverá, claro, de ocorrer reduções em suas aquisições. Em verdade, uma substituição por itens similares, mas mais baratos. Esta esquematização deverá partir de cada cidadão, por óbvio, mas auxiliados pelo que demonstraram os números da pesquisa local.
De qualquer modo, fica evidente que, neste primeiro trimestre, manter uma “simples” cesta básica não foi tarefa fácil. O que dificilmente mudará, caso as elevações de vencimentos não acompanharem a velocidade de crescimento de preços dos produtos, nem que seja dentro de uma média geral.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...