ANO: 24 | Nº: 6061
09/05/2018 Cidade

Cideja apresentará projeto para construção de cisternas em assentamentos em Candiota

Foto: Arquivo JM

Pelo menos 163 equipamentos devem ser instalados na zona rural do município
Pelo menos 163 equipamentos devem ser instalados na zona rural do município

Mais uma medida para auxiliar as famílias afetadas pela estiagem será debatida em Candiota, na sexta-feira, 11, às 14h, no Assentamento Paraíso. A comunidade da área rural do município, que não tem acesso à rede hidráulica, participa de um debate com autoridades do Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental dos Municípios da Bacia do Rio Jaguarão (Cideja), que vai apresentar um projeto para a construção de cisternas - estruturas para armazenar água da chuva.
Segundo o prefeito de Candiota e atual presidente do Cideja, Adriano Castro dos Santos, do PT, após ser feita a apresentação, o projeto deve ter seu lançamento no dia 26 de maio, quando será construído o primeiro reservatório, em um local ainda não definido.
O projeto prevê a montagem de, pelo menos, 163 equipamentos, com capacidade de armazenar 16 mil litros cada. “Pretendemos conseguir mais cisternas para a região com estes recursos, mas executaremos aos poucos, conforme a necessidade”, destaca.
A ação contará com um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão, por meio de um convênio já assinado com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Reservatórios
Santos destaca que esta é apenas uma das medidas que contemplam o município. A Prefeitura de Candiota também está esperando a aprovação de um projeto realizado através de convênio com a Funasa, para a construção de 155 reservatórios individuais destinados à área urbana. A medida, segundo o prefeito, prevê investimento total de R$ 498 mil, que também abrange a instalação de rede hidráulica.
Outro auxílio esperado pela Capital do Carvão, de acordo com Santos, é a instalação de 185 caixas d’água destinadas a auxiliar as famílias que foram afetadas pela estiagem. O requerimento, feito pela Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social de Candiota junto à Defesa Civil do município, conta com recursos do Ministério da Integração Nacional.
A secretária municipal de Assistência e Inclusão Social, Tamires Furtado, explica que as estruturas serão entregues às pessoas que estão com Cadastro Único atualizado e foram selecionadas, após o governo municipal fazer um levantamento das famílias afetadas pela falta das chuvas na região.

Cestas básicas
Além dos auxílios referentes à água, o município, que teve sua situação de emergência homologada pelo Estado e reconhecida pela União no início do ano, também já recebeu 285 cestas básicas solicitadas à Defesa Civil estadual e o governo municipal fez a compra de outras 65 bolsas para contemplar o restante das 350 famílias da zona rural, cadastradas durante o processo.
A entrega iniciou na quarta-feira passada e deve ser concluída nos próximos dias, no Centro de Referência e Assistência Social (Cras), das 8h às 16h30min.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...