ANO: 25 | Nº: 6335
09/05/2018 Cidade

Longa "Grupo de Bagé" ganha sessão especial no dia 18

Foto: Pablo Escajedo/EspecialJM

Produção destaca movimento artístico surgido nos anos 1940
Produção destaca movimento artístico surgido nos anos 1940

A Anti Filmes e Boulevard Filmes, em coprodução com o Canal Curta, apresentam o longa-metragem "Grupo de Bagé", do bajeense Zeca Brito ("Legalidade"). O documentário narra a história e o legado do Grupo de Bagé, movimento artístico surgido nos anos 1940, protagonizado pelos pintores e gravadores Glênio Bianchetti, Glauco Rodrigues, Carlos Scliar e Danúbio Gonçalves.
Com entrada franca, o filme ganha sessão comentada em Bagé, no dia 18 de maio, às 20h, no Museu da Gravura Brasileira (rua Coronel Azambuja, 18), no Teatrinho da Urcamp. Junto ao lançamento do filme, acontece a exposição "Grupo de Bagé - o que nos conecta?", com obras originais dos artistas. A produção do longa é assinada pelo diretor, por Letícia Friedrich, Frederico Ruas e Lourenço Sant'Anna.
"A ideia de fazer um filme sobre o movimento artístico é algo que me acompanha há muito tempo. Nasci em Bagé e minha iniciação em artes foi através da gravura. Um filme sobre esses heróis é uma maneira de agradecer pelo caminho que eles abriram para muitos artistas", acredita Zeca Brito. Para o cineasta, o Grupo de Bagé fez da gravura uma maneira de popularizar a arte, com temáticas realistas e de denúncia social. Um dos temas de destaque do documentário é a apropriação do trabalho do grupo pelo sistema das artes brasileiras, do pampa gaúcho aos palácios de Brasília.
O longa conta com depoimentos de teóricos como Néstor García Canclini e Nicolas Bourriaud e os artistas Anico Herskovits e Cildo Meireles, entre outros que investigam a trajetória do grupo. "Partimos de uma recuperação biográfica e histórica do Grupo de Bagé, a contextualização artística, cultural e política da região em que viviam nos anos 1940", relembra o diretor. "Buscamos recuperar e compreender os elementos que estabeleceram as condições para que os jovens artistas alcançassem uma identidade estética própria e, cada um a sua maneira, conduzissem os ideais e as características artísticas e políticas do grupo que criaram", resume Brito.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...