ANO: 25 | Nº: 6381
17/05/2018 Cidade

Racionamento de água completa 100 dias

Foto: Tiago Rolim de Moura

Sanga Rasa está com nível 5,90 metros abaixo do normal
Sanga Rasa está com nível 5,90 metros abaixo do normal

O racionamento de água, em Bagé, completou 100 dias na terça-feira. O Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb) realizou um balanço deste período, avaliando positivamente a medida.
“Foi possível observar que o rodízio funcionou e estamos conseguindo, com a ajuda das chuvas, recuperar aos poucos as barragens”, afirma Volmir Silveira, diretor do Daeb. Conforme ele, o racionamento está possibilitando uma redução média de 23% no consumo, obtendo uma economia de cerca de 7.958 metros cúbicos de água por dia.
Outra ação com eficácia frente à estiagem foi a interligação das adutoras do Piraí e da Sanga Rasa. A obra permitiu que a barragem da Sanga Rasa, a mais difícil de recuperação, fosse poupada. Hoje, a barragem do Piraí está responsável por 44% do abastecimento da cidade, a Emergencial por 44% e a Sanga Rasa por apenas 12%.
A reativação de cinco poços artesianos, além dos outros quatro em funcionamento, também contribuiu para amenizar os efeitos da estiagem. Segundo o superintendente operacional do Daeb, Éder Pereira, o destaque é o poço Malafaia I, que está contribuindo com 11 mil litros por hora. Outro que foi fundamental neste período foi o Floresta, com uma vazão de 4.500 litros por hora. Depois de reativado, resolveu o problema de abastecimento no bairro, que estava dependendo de caminhão-pipa.
Além disso, as equipes operacionais do Daeb intensificaram, neste período de seca, os consertos aos vazamentos. Em média, são realizados 20 atendimentos por dia.

Barragens

A barragem da Sanga Rasa está 5,90 metros abaixo do normal. A do Piraí 2,05 metros negativos e a Emergencial está cheia. Os dados são referentes à medição realizada, pelo Daeb, na manhã de ontem. Em maio, até o momento, choveu 81 milímetros.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...