ANO: 25 | Nº: 6207
18/05/2018 Cidade

"Etiqueta sem mistérios" é tema de minicurso do curso de Gastronomia da Urcamp

Foto: Chrystian Ribeiro/Ascom

Isabel apresentou um resumo do histórico sobre as práticas de boas maneiras e comportamento
Isabel apresentou um resumo do histórico sobre as práticas de boas maneiras e comportamento
A tradição de pôr a mesa e decorá-la para festividades existe há alguns milênios. As primeiras regras de etiqueta foram criadas pelos egípcios e se espalharam pelo mundo como referência de elegância e refinamento depois do reinado de Luís XIV, rei da França. Mas engana-se quem acha que apenas organização de talheres e taças estão na lista. Em ocasiões mais formais, também tem a ver com comportamento. Essas questões e uma outra série de dicas para a composição de uma "mise en place" (expressão francesa para compor a mesa, que na tradução fica "posta no lugar"), foram tema na abertura da Semana Acadêmica da Gastronomia.

A palestra foi ministrada por Isabel Messias, que atua na área de eventos e recepções, a qual relatou um resumo do histórico sobre as práticas de boas maneiras e comportamento. A segunda parte do encontro foi a composição de uma mesa para um jantar. Pratos, talheres e taças, tudo no seu devido lugar e a ordem a ser seguida, de acordo com a sequência do prato a ser servido. "Temos uma dinâmica onde os alunos aprendem a montar uma mesa para uma ocasião formal, outra informal e um jantar romântico, que entra na linha mais temática. Como muitos deles irão ser chefs, donos de empresas de eventos, é necessário que tenham esse conhecimento", avalia a palestrante.

A professora Chris Severo, que integra o quadro docente do curso, destacou que a programação do evento atraiu olhares de fora da instituição. "Isso nos estimula muito, ficamos satisfeitos com a procura de pessoas que não são do nosso curso, mas que têm interesse em adquirir conhecimento nessa área e esse contato, nos minicursos, trazem aprendizado pra a carreira toda", ressalta.

O sucesso do curso e a sua importância para a região fez parte da fala da reitora Lia Quintana, que fez a abertura da atividade. "Nós queremos incentivar o turismo e ele não funciona se não houver gastronomia, então acreditamos que esse curso tem um grande potencial de crescimento já nos próximos semestres", justifica.

A Semana Acadêmica ainda contou com um minicurso de harmonização de queijos e vinhos, com a enóloga Fernanda Dall'asta e minicurso de doces portugueses, com a professora Isabel Fernandes.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...