ANO: 24 | Nº: 6185
23/05/2018 Cidade

Balcão do Sine em Hulha Negra depende de local e funcionários

Foto: Divulgação

Presidente da Câmara, coordenador do Sine Bagé e prefeito em entrega do documento que autoriza unidade no município
Presidente da Câmara, coordenador do Sine Bagé e prefeito em entrega do documento que autoriza unidade no município
A concretização de um balcão da agência Sine no município de Hulha Negra depende da localização de um prédio e contratação de funcionários para o atendimento. A informação foi repassada pela presidente da Câmara de Vereadores, Elizangela de Quadros Coitinho, do Progressistas, a qual foi uma das idealizadoras da iniciativa.

A estrutura será subordinada da agência Sine de Bagé. O coordenador da unidade regional, Marcelo Nalério, destaca que a estrutura permitirá aos trabalhadores de Hulha Negra disporem dos serviços de intermediação de mão de obra, solicitação de carteira de trabalho e previdência social (CTPS) e seguro-desemprego, além da política estadual do artesanato, sem necessitarem se locomover até a Rainha da Fronteira para os pedidos.

Nalério conta que, em abril, o município teve o projeto para implantação de um balcão cidadão aprovado pela FGTAS. A iniciativa, segundo o coordenador, foi do governo municipal de Hulha Negra, com o protagonismo da presidente da Câmara de Vereadores, que procurou o deputado estadual Catarina Paladini, do PSB, o qual intermediou o pleito ao sensibilizar o governo do Estado sobre a importância do balcão para o município e região da Campanha.

Segundo Elizangela, assim que o Executivo entrar com sua contrapartida da estrutura e dois funcionários, a equipe do FGTAS do Estado fará uma visita ao município, com a intenção de verificar se a estrutura está nos padrões para que o balcão possa ser instalado.

De acordo com o prefeito de Hulha Negra, Renato Machado, do Progressistas, o município está a procura de um local para instalar a unidade. Quanto à contratação de funcionários, ele antecipa que o governo já está com um projeto de lei em andamento. "Assim que terminarmos a entrega das cestas básicas para as famílias afetadas pela estiagem, encaminharemos o projeto para a votação na Câmara de Vereadores", destaca.


Reforço para Bagé

Na tarde de segunda-feira, ocorreu a entrega de um termo de cooperação entre a Prefeitura de Bagé e a Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS). O documento estabelece, entre outras contrapartidas, a cedência de servidores do Executivo para atuar na agência do Sine do município, que está com quadro deficitário – dos 10 servidores da fundação, apenas quatro estão na ativa no momento.

Se confirmado, o termo de cooperação estabelece, também, que a prefeitura irá fornecer infraestrutura tecnológica para o atendimento à população. Participaram da reunião o secretário de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso de Bagé, Carlos Adriano Silveira Carneiro, e o coordenador de convênios, André Barcelos de Deus. Representando a FGTAS, participaram o diretor-presidente, Rogério Grade, e o diretor de Administração, Diego Cettolin, o diretor técnico, Darci Cunha, e o coordenador da Agência de Desenvolvimento Social (ADS) de Alegrete, Saul Fernando de Castro.

Localizada na rua Marechal Floriano, 1431, a Agência Sine de Bagé é administrada pela FGTAS e oferece os serviços de intermediação de mão de obra, encaminhamento de seguro-desemprego e de carteira de trabalho e previdência social (CTPS), além de ações do Programa Gaúcho do Artesanato (PGA).

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...