ANO: 25 | Nº: 6382
24/05/2018 Cidade

Assembleia regional define cédula para Consulta Popular

Foto: Tiago Rolim de Moura

As galerias do plenário Lígia Almeida, na Câmara de Vereadores de Bagé, lotaram com a participação da comunidade na terceira etapa da Consulta Popular 2018/2019. Representantes dos sete municípios que compõem o Conselho Regional de Desenvolvimento da Campanha (Corede Campanha) definiram a cédula com as dez pautas prioritárias, que irão à votação no final do próximo mês.
A atividade foi coordenada pela presidente do Corede, Lia Maria Herzer Quintana, pelo vice-presidente, Fábio Pintos, pelo coordenador estadual do processo, Teonas Baunhardt, pelo coordenador regional, Ronaldo Elts, e pelo tesoureiro do conselho, João Rui Dias.
Os delegados eleitos anteriormente nas Assembleias Municipais de Bagé, Hulha Negra, Candiota, Aceguá, Dom Pedrito, Lavras do Sul e Caçapava do Sul, representantes do Comude e Corede, definiram, por aclamação, que a cédula será composta por 10 itens para votação. Desta lista, os quatro mais votados na Consulta Popular serão contemplados com recursos.
Neste ano, o governo definiu a liberação de R$ 80 milhões, que serão distribuídos entre as 28 regiões do Estado. Para a região do Corede Campanha será destinado o valor de R$ 3 milhões, R$ 500 mil a mais, em relação a 2017. O rateio de 50% deste valor será igualitário entre os participantes. Os demais 50% serão distribuídos nos seguintes critérios: 25% pelo volume de votos diretos e 25% pela proporcionalidade no município. De acordo com a presidente do Corede Campanha e reitora da Universidade da Região da Campanha (Urcamp), professora Lia Maria Herzer Quintana, a assembleia geral ampliada foi, definitivamente, um espaço democrático, pois todos os municípios estavam representados e o processo de decisão foi transparente. "A região está de parabéns pelo processo da Consulta deste ano. A partir de agora, todos trabalharão em torno da divulgação para garantir o envolvimento da população", conclui.

Prioridades
As prioridades que irão compor a cédula são: apoio ao desenvolvimento da agricultura familiar; promoção da paz e prevenção ao uso indevido de drogas no Rio Grande do Sul; política para as mulheres; mecanização rural; infraestrutura e equipamentos turísticos para o bem-receber; laboratórios tecnológicos de aprendizagem para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio; ampliação, reforma e aquisição de equipamentos para estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS; Programa Estadual de Saneamento; apoio à recuperação de estradas vicinais; e reaparelhamento dos órgãos de segurança.

Votação
A Consulta Popular será realizada nos dias 26, 27 e 28 de junho, em três métodos: on-line (através do site www.consultapopular.rs.gov.br), off-line (no aplicativo que será disponibilizado pelos Coredes e Comudes) e por SMS, via mensagem para o número 27902, com o seguinte texto: RSVOTO#número do título de eleitor#número do programa (sem espaços).

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...