ANO: 25 | Nº: 6356
26/05/2018 Cidade

Serviços públicos e privados sofrem alterações

Foto: Arquivo JM

Prefeitura de Candiota decretou situação de calamidade
Prefeitura de Candiota decretou situação de calamidade

Em reunião realizada na sexta-feira, a Prefeitura de Bagé definiu a alteração de alguns serviços devido à crise de abastecimento. Na Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, por exemplo, os pacientes que utilizam Tratamento Fora de Domicílio através da frota do Executivo tiveram as viagens suspensas. O serviço está funcionando apenas para emergências e uso das ambulâncias. A medida não afeta, até o momento, os pacientes que viajam por meio da parceria do governo municipal com a empresa Ouro e Prata.
Já o Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb) está apenas realizando os serviços indispensáveis. O tratamento e distribuição da água segue normalizado. Já os consertos na rede de água e esgoto estão sendo priorizados por urgência. Outros trabalhos, como instalação de bueiros e construção de caixas de pluviais, foram suspensos até que a situação seja normalizada.
A coleta de lixo, segundo informações da empresa responsável pelo atendimento, mantém o atendimento normal até o início de junho (04/06). Caso a situação não se normalize até esta data, haverá alterações no horário de recolhimento. Porém, o secretário de Meio Ambiente, Aroldo Quintana, informou que, na quarta e quinta-feira (30 e 31/05) os caminhões não devem sair da garagem. De acordo com ele, um dos caminhões que deveria estar a caminho ficou retido, modificando o posicionamento da empresa prestadora deste serviço, que garantia ter combustível para a próxima semana. "Precisamos mudar o planejamento e, durante estes dois dias, não haverá recolhimento como medida de economia de combustível. Pedimos aos moradores que, enquanto o serviço não normalizar, não coloquem os lixos na rua, para evitar que seja espalhado por animais", solicita.
O secretário municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Luís Diego Soares, e os gerentes das empresas do transporte coletivo de Bagé, Maria da Graça Anversa Vargas (Anversa) e Alexandre Solari (Stadtbus), definiram mudanças nos horários dos trajetos devido à iminente falta de combustível. Desde ontem à tarde, o transporte coletivo funciona com os horários de domingo, ou seja, de hora em hora. Esta decisão vale para o centro e bairros da cidade. Já para a zona rural, o serviço está suspenso até a situação normalizar completamente. A linha que faz o trajeto até o campus rural da Urcamp não será realizada a partir de segunda-feira.

Coleta de sangue mantida
A coleta de sangue realizada pelo Hemocentro de Pelotas, agendada para ocorrer hoje, em Bagé, junto ao Hospital Universitário, está garantida. As doações podem ser realizadas das 8h às 11h e das 13h30min às 15h.

Reflexos na região
Em duas prefeituras da região, Aceguá e Hulha Negra, os serviços seguem sendo realizados normalmente. Por serem municípios menores, foi possível organizar a logística para garantir a circulação da frota.
De acordo com a coordenadora de Cultura de Aceguá, Fernanda Martens, o combustível para o transporte escolar e para os veículos da saúde está garantido até terça-feira. Os setores administrativos seguem funcionando normalmente, assim como o transporte dos funcionários que moram em Bagé.
Em Hulha Negra, também não foi registrado reflexo agravante. Todo o transporte da prefeitura tem reserva de combustível para operar por mais alguns dias.
Já no município de Candiota foi um dos que mais sofreu impacto na região. A prefeitura da Capital do Carvão aderiu à paralisação proposta pela Famurs e declarou situação de calamidade pública na quinta-feira (24). De acordo com as informações repassadas pela assessoria de imprensa, na sexta-feira, apenas o pronto-atendimento funcionou. A coleta de lixo na zona rural do município foi suspensa por falta de combustível, assim como as aulas, já que a merenda escolar não chega à cidade desde quarta-feira.
No setor da saúde também houve alterações em função da escassez de combustível. O serviço de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) está funcionando com prioridade para pacientes com tratamentos oncológicos e de hemodiálise e, também, para quem já tinha exame agendado fora da cidade.

Transporte intermunicipal
O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), por meio da Diretoria de Transportes Rodoviários (DTR), determinou que as estações rodoviárias gaúchas emitissem o cancelamento e a remarcação das viagens intermunicipais de forma gratuita. A medida permanecerá vigente enquanto perdurar a greve nacional dos caminhoneiros, garantindo a devolução integral do valor dos bilhetes às pessoas que ficarem impedidas de viajar.
O documento proíbe, ainda, o despacho de encomendas até que o sistema retorne à sua normalidade.
Na Estação Rodoviária de Bagé, o movimento também foi afetado. Entre as linhas mais utilizadas, alguns horários foram cancelados. Para Pelotas, o ônibus das 10h deixou de circular, assim como o das 12h30min para Caçapava do Sul. Para Sant'Ana do Livramento, o horário das 18h30min está temporariamente suspenso, além do transporte das 11h30min para a Colônia Nova.

Urcamp suspende aulas temporariamente
As aulas de ontem e hoje (26) foram suspensas na Universidade da Região da Campanha (Urcamp), já que a greve dos caminhoneiros refletiu diretamente no transporte dos acadêmicos. Até segunda-feira, 28, um novo comunicado será publicado, atualizando a situação.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...