ANO: 25 | Nº: 6309
29/05/2018 Fogo cruzado

Prefeitura de Candiota suspende aulas e declara utilidade pública dos combustíveis

Foto: Divulgação

Medidas só devem ser revogadas quando distribuição for normalizada no município
Medidas só devem ser revogadas quando distribuição for normalizada no município
Por meio de novo decreto de calamidade, assinado ontem, pelo prefeito Adriano Castro dos Santos, do PT, o Executivo de Candiota declarou, de utilidade pública, para fins de desapropriação, todos os combustíveis para veículos automotores existentes no município (sejam alocados em postos ou depositados em tanques de empresas). As aulas da rede municipal e o transporte escolar foram suspensos. A intenção é economizar recursos para manter o recolhimento de lixo e os serviços da área de saúde.
O decreto prevê que as demandas da saúde terão atendimentos direcionados para a Fundação Assistencial Beneficente Maria Anunciação Gomes de Godoy, na Vila Residencial. Para viabilizar os serviços, o município fica autorizado a ceder veículos. Toda a frota municipal, aliás, foi paralisada, com autorização para deslocamento de veículos somente para atendimento das demandas da área da saúde, devidamente comprovadas urgência ou emergência. Também foi autorizado o empréstimo, a permuta ou a aquisição de medicamentos, vacinas e oxigênio de outras prefeituras.
As medidas foram adotadas em função do desabastecimento provocado pela mobilização dos caminhoneiros, e só devem ser revogadas quando a distribuição de combustíveis for normalizada no município. O decreto assinado pelo prefeito considera que Candiota se encontra a mais de 150 quilômetros do centro de referência em saúde mais próximo. A decisão considera, ainda, o número de escolas que depende de transporte e distribuição de merenda, bem como a necessidade ‘urgente de que o recolhimento de resíduos’, classificando o serviço como uma demanda de saúde pública.


Aceguá decreta calamidade
A Prefeitura de Aceguá também decretou estado de calamidade pública. O expediente foi suspenso até quinta-feira. Somente serão mantidos serviços essenciais.


Hulha Negra suspende atendimentos
A Prefeitura de Hulha Negra cancelou o atendimento ao público até o dia 4 de junho. As aulas da rede municipal foram suspensas. Os serviços de saúde e a coleta de lixo serão mantidos

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...