ANO: 25 | Nº: 6208
31/05/2018 Cidade

Procon fiscaliza postos e supermercados

Foto: Divulgação

Órgão também está visitando revendas de gás
Órgão também está visitando revendas de gás

A falta de alimentos e combustíveis tem gerado preocupação no Procon, devido a possível prática abusiva de preços. Em Bagé, o órgão está fiscalizando empresas para garantir os valores do mercado. O coordenador do órgão, Fábio Laud, pede apoio à comunidade para garantir os valores e autuar estabelecimentos que estejam realizando essas práticas.

Conforme o coordenador, o órgão recebe denúncias anônimas, mas isso, explica, não auxilia a fiscalização. Ele solicita que as pessoas se identifiquem e levem as notas ou fotos para garantir que casos de aumentos abusivos não aconteçam. "Por enquanto, não teve nenhum local com valores superiores ao de mercado", afirma.

Laud ressalta que há casos em que as revendas de gás, por exemplo, adquiriram o produto com valores maiores e, por isso, tiveram que repassar para o consumidor. No caso de produtos perecíveis e hortifrutis, também há uma dificuldade de manter os preços. "É a lei do livre mercado, os vendedores compram mais caro e têm que repassar o valor", ressalta

O Procon está orientando os comerciantes que avisem sobre o aumento de preços na reposição dos estoques para justificar o preço mais elevado. O órgão funciona das 8h às 14h, no Centro Administrativo, situado na rua Caetano Gonçalves. Também está disponível para informações através do telefone no 3242-1294.

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...