ANO: 24 | Nº: 6186
08/06/2018 Universo Pet

Roupinhas para os pets: quando e como usar

Foto: Divulgação

 

O inverno chegará apenas no dia 21 de junho, mas as baixas temperaturas já são sentidas no Rio Grande do Sul. Assim como os humanos, os animais também sentem frio, e as roupinhas para pets são uma alternativa para proteger os amigos de quatro patas. No entanto, é importante que os tutores tomem os cuidados necessários com as roupas e observem as necessidades e o comportamento de cada animal de estimação.
É possível perceber quando um pet está sentindo frio, para fazer a opção de vesti-lo ou não – quando ele está tremendo, por exemplo. Nos casos de animais com pelos específicos para temperaturas frias, como o akita ou chow-chow, não é recomendado a utilização de roupinhas, conforme a veterinária Eliane Soares Machado, da clínica São Francisco, mas a decisão, fica a critério de cada tutor. Nos casos de pets com pelos longos, o cuidado deve ser em desembaraçar os pelos, para evitar a formação de nós.
Eliane alerta que é preciso manter o animal e as roupinhas sempre secas e limpas. Caso contrário, a umidade pode gerar alergias, desenvolver fungos na pele e até mesmo causar pneumonia, entre outros problemas.
Também vale a pena observar que as roupas precisam cobrir as costas do animal. Eliane salienta que também deve-se optar por peças que não atrapalhem o movimento dos pets. “Alguns acostumam-se com as roupas de quatro patinhas, mas outros não. Tem que observar cada um”, explica.
A veterinária aconselha que sejam usadas roupas de moletom. Roupas de algodão também têm menos chance de provocar alergia nos pets. Para descobrir se uma das peças provocou uma reação alérgica, basta observar o animal, que poderá sentir muita coceira ou apresentar feridas pelo corpo. Também é preciso ter cuidado com animais que possuem lesões na pele. Para melhorar a cicatrização e evitar infecções, o melhor, nestes casos, é não usar nada.
Vale lembrar que filhotes e idosos devem receber ainda mais cuidados no frio. E como uma dica para não abandonar totalmente os passeios em dias chuvosos, a veterinária lembra que, além dos agasalhos, há capinhas de chuvas para os pets.

 

 

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...