ANO: 25 | Nº: 6209
16/06/2018 Cidade

Alunos do Colégio da Urcamp Dom Pedrito plantam mais de 100 mudas na Semana do Meio Ambiente

Foto: Jéssica Pacheco/EspecialJM

Atividade aconteceu de maneira interdisciplinar, sob orientação do professor de Ciências e Biologia Igor Messias Herzer Quintana
Atividade aconteceu de maneira interdisciplinar, sob orientação do professor de Ciências e Biologia Igor Messias Herzer Quintana

Dizem que o futuro começa hoje, com os jovens. No Colégio da Urcamp, em Dom Pedrito, essa é uma das apostas. Em plena Semana do Meio Ambiente, os professores dos ensinos Fundamental e Médio reuniram suas disciplinas para promover atividades integradoras, tendo como foco a preservação. Na quinta-feira, além da apresentação de um seminário entre as quatro turmas da escola, os estudantes plantaram mudas junto ao professor de Ciências, do Ensino Fundamental, e Biologia, do Ensino Médio, Igor Messias Herzer Quintana.

A Semana do Meio Ambiente, na instituição de ensino, iniciou na segunda-feira, dia 11. A proposta foi promover palestras, debates, mesa redonda, seminários, apresentações artísticas e plantações de mudas nativas e frutíferas. Para o professor, a prática serviu como complemento de tudo que vem sendo estudado. “Preservar precisa ser o verbo do momento. Estamos vivenciando a preocupação com o meio ambiente há tantos anos. Essa é a hora de fazermos a nossa parte e ver meus alunos tão engajados faz com que tenhamos certeza de que estamos no caminho certo enquanto educadores”, comenta o Biólogo, que é egresso do curso de Ciências Biológicas da Universidade da Região da Campanha (Urcamp).

A atividade de seminário foi apresentada pelos alunos dos sétimo e oitavo anos do Ensino Fundamental e dos primeiro e segundo anos do Ensino Médio. Cada grupo falou sobre preocupações e preservações alusivas ao meio ambiente. Mas não foi apenas o conteúdo que chamou a atenção na sala de aula. Os estudantes são orientados quanto à explanação oral em suas apresentações, mantendo a postura e o domínio de conteúdo. De acordo com o professor, essa é uma meta que o Colégio da Urcamp possui: prepará-los para eventos de pesquisa. “Há dois anos, trouxemos prêmios do Congrega Urcamp para o colégio. A meta é repetir esse mérito, agora, em 2018. É por isso que os incentivamos tanto. Eles aprendem, desde cedo, a se comportarem para eventos científicos, o que os assegura experiência para quando estiverem em bancos acadêmicos, no Ensino Superior”, garante o profissional ao informar que, inclusive, dentro da grade curricular, estão aulas aos sábados, que têm por objetivo ensinar a montar trabalhos desse gênero.

A manhã foi dividida em dois momentos. Após as explanações teóricas, o último grupo, do 2º ano do Ensino Médio, se apresentou com instrumentos musicais, trazendo para os colegas e professores uma composição própria onde, em um trecho, diz: “Em todo esse mundo eu procuro esperança; um lugar mais limpo e saudável de viver; em todo esse mundo eu espero a mudança, para que alguém possa fazer acontecer”.

O encerramento das atividades aconteceu na área verde do campus Dom Pedrito. Mais de 100 mudas, entre nativas e frutíferas, foram plantadas pelos estudantes. A arrecadação das plantas aconteceu em dois momentos: 50% foram doadas pelo horto e as outras 50% vindas de uma gincana proposta pelo professor. Também estavam presentes, representando suas respectivas disciplinas, os professores Elenise Ribas Rodrigues, Laís Frantz de Faria e Paulo César dos Santos Chagas. Quem acompanhou, ainda, o seminário e plantação foi a diretora do Colégio, professora Virgínia Xavier Castilho.

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...