ANO: 25 | Nº: 6262
25/06/2018 Fogo cruzado

Cinco partidos concentram 73% dos eleitores filiados em Bagé

Foto: Sidimar Rostan/Especial JM

As estatísticas oficiais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revelam que apenas três dos 32 partidos políticos com diretórios constituídos em Bagé concentram 60,5% dos 18.508 eleitores filiados no município. O PT tem o maior quadro, com 5.402 filiações (29,1%), seguido pelo PDT, com 4.263 (23%), e pelo PTB, com 1.571 (8,4%). O PP responde por 7,4% do total, contabilizando 1.387 correligionários. O MDB reúne 1.002 filiados, pouco mais de 5,4%. Estas cinco legendas, reunidas, representam mais de 73% do efetivo habilitado para disputar eleições.
Os números constam das últimas relações atualizadas de filiados, entregues pelos próprios partidos ao TSE, em abril deste ano. O prazo é estabelecido pela legislação eleitoral. Além dos nomes dos filiados, a relação apresenta informações como a data de filiação e o número do título de eleitor de cada um, bem como a seção eleitoral em que está inscrito para votar. A lei também delegou à Justiça Eleitoral a função de publicar essas listas e arquivá-las.
De acordo com o balanço do TSE, o PSDB tem 725 filiados em Bagé (3,9%), e o DEM contabiliza 709 (3,8%). O PRB totaliza 524 e o PSB conta com 522. O PCdoB tem 488 filiados, seguido pelo PR, com 464; PPS, com 381; PTC, com 217; PV, com 201; PSC, com 185; e Solidariedade, com 125. Mais da metade dos partidos com representação em Bagé têm menos de 100 filiados. A relação inclui PSOL (70), PPL (66), PHS (56), PSL (29), PRTB (20), Rede Sustentabilidade (19), PSD (17), Novo (15), PSTU (11), PRP (8), Patriota (7), PCB (7), Avante (6), Podemos (6), PMN (3) e Pros (2).


Requisito
A filiação partidária é um requisito para o registro de candidatura a cargo eletivo. Assim, para disputar uma eleição, o candidato precisa estar filiado pelo menos seis meses antes do pleito à legenda pela qual pretende concorrer.


Ampliação
Os balanços do TSE apontam para o crescimento de eleitores filiados desde o pleito de 2002, quando os partidos totalizaram 13.385 filiações. O volume reduziu para 13.338, em 2006, e avançou para 15.660, em 2010, alcançando 18.085, em 2014.


Ampliação de legendas
Apenas três legendas não têm representação em Bagé: Partido da Mulher Brasileira (PMN), Partido da Causa Operária (PCO) e Democracia Cristã (DC). A presença de diretórios, porém, aumenta a cada eleição, desde o pleito de 2002, quando apenas 15 partidos tinham diretórios municipais (PCdoB, PDT, PFL, PHS, PL, PMDB, PP, PPS, PSB, PSDB, PT, PTB, PTC, PV e PTdoB).
No pleito de 2006, com o acréscimo dos diretórios do PCB, PSC, PSOL e PSTU, 19 siglas mantinham representação oficial no município. Quatro anos depois, em 2010, já com a representação do PR, o número aumentou para 20 e, no pleito de 2014, passou para 26 (com os acréscimos de PEN, PPL, PRB, PRP, PRTB e Solidariedade).
Dos dez partidos criados a partir de 2005, nove têm diretórios na Rainha da Fronteira (PRB e PSOL, fundados em 2005; PR, criado em 2006; PSD e PPL, formalizados em 2011; Patriota, criado em 2012; Pros e Solidariedade, criados em 2013; além de Novo e Rede, ambos de 2015.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...