ANO: 26 | Nº: 6590
30/06/2018 Segurança

Filha e genro são suspeitos por morte de mulher em Pinheiro Machado

Uma barbárie foi registrada no início da tarde de ontem, em Pinheiro Machado. O corpo de mulher foi identificado, já sem vida, enterrado no pátio de uma casa do município. Os suspeitos pelo crime são a filha e o genro da vítima.

Segundo repassado à reportagem, o avô do adolescente, que seria genro da vítima,procurou a Brigada Militar após o jovem ter confessado que teria matado a mãe da namorada, de apenas 12 anos, a socos e marteladas.

De acordo com o delegado regional da Polícia Civil, Luís Eduardo Benites, que responde pela DP de Pinheiro Machado, a filha da vítima teria participado do crime.

O corpo da mulher foi enterrado no pátio da casa da vítima, próximo à Escola Manoel Lucas Prisco. O delegado ressaltou que irá pedir a apreensão dos menores. A motivação, para o crime, seria porque a mulher não aceitava o relacionamento e, inclusive, já havia denunciado, no Ministério Público, o adolescente em virtude dele manter relações sexuais com a filha, já que tal ato envolvendo menores de 14 aos é considerado estupro de vulnerável.

Benites enfatiza que, pela Lei 8069, de 1990, do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é proibida a divulgação do nome dos envolvidos no caso, pois a vítima é mãe da menor acusada de participar no crime.

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...