ANO: 25 | Nº: 6334
30/06/2018 Caderno 5º Simpósio Produção de Soja da Região da Campanha 2018

Produção, alternativas e muito mais

O 5º Simpósio Produção de Soja na Região da Campanha acontece entre segunda, dia 2 de julho, e quarta-feira (4), no Parque Visconde de Ribeiro Magalhães, da Associação e Sindicato Rural. E a programação, como antecipou o presidente da entidade, Rodrigo Borba Moglia, terá dois norteadores principais: o uso da irrigação das plantações e a integração da lavoura e pecuária. Sobre o primeiro tópico, serão expostos os cases de alguns produtores.
“Foram feitos levantamentos de dados de custos de produção e produtividade em áreas com e sem irrigação”, exemplificou, durante coletiva para a imprensa, quando oficializada a agenda, ao adiantar que tais resultados serão detalhados aos presentes.
Quanto à questão de integração de culturas, Moglia argumenta ser preciso mais conhecimento para garantir efetividade de resultados. “A gente entende que este ano será de maiores desafios. Assim, permitindo que os dois lados ganhem, através de parcerias, isso pode viabilizar o negócio como um todo”, disse.
Serão apresentados, ainda, dados referentes a uma análise quanto ao uso do herbicida 2,4-D junto às lavouras de soja, que, recentemente, têm provocado debates. “Uma expedição será lançada. É um projeto que nós levantamos aqui, levamos à Farsul. Se trabalhou com instituições de governo. O programa foi discutido, não foi só com as empresas, elas financiaram porque são interessadas em continuar vendendo”, comentou o presidente da Rural. Para ele, a questão é importante em virtude da necessidade de uso do herbicida para permitir a produtividade. Na prática, segundo explanou Moglia, o atendimento a requisitos quanto ao manejo já solucionaria o impasse.
A agenda, contudo, pretende ser ainda mais abrangente, expondo, também, alternativas ao setor, em especial modelos que vêm ganhando espaço no mercado.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Carregando...