ANO: 25 | Nº: 6404
06/07/2018 Segurança

IGP chega a marca de 10 mil laudos de DNA emitidos no RS

O Instituto-Geral de Perícias alcançou 10 mil laudos de DNA emitidos, marca significativa na história de 20 anos do laboratório de DNA, do Departamento de Perícias Laboratoriais (DPL). Considerado um instrumento fundamental de prova em processos criminais, o exame teve início no Estado em 1998, com o treinamento de três peritos do IGP/RS, no laboratório de DNA da Polícia Civil do Distrito Federal. A partir daí, tornou-se referência no País e pioneiro na análise de DNA mitocondrial em casos criminais.

Segundo a perita químico-forense, Bianca de Almeida Carvalho, diretora do DPL, o trabalho foi se qualificando de acordo com a evolução tecnológica. "Começamos com análises em gel de poliacrilamida corado com prata, técnica extremamente trabalhosa e demorada. Hoje, o IGP dispõe de modernos sequenciadores de DNA que permitem a leitura simultânea do perfil genético de oito amostras em apenas 30 minutos. Da complexidade e demora passamos a extrações de DNA automatizadas em robôs”, destacou.

A equipe do DPL é formada por 14 peritos, quatro servidores administrativos e dois técnicos em perícias.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...