ANO: 26 | Nº: 6586
12/07/2018 Fogo cruzado

Bajeense conta com apoio de Bolsonaro para disputar governo de Tocantins

Foto: Reprodução JM

Presidenciável gravou vídeo ao lado de Simoni
Presidenciável gravou vídeo ao lado de Simoni
Pré-candidato ao governo do Estado de Tocantins, pelo PSL, o bajeense César Roberto Simoni de Freitas conta com o apoio do pré-candidato à presidência, Jair Bolsonaro, para a disputa do pleito de outubro. Freitas exerceu o cargo de agente da Polícia Federal em Brasília, foi promotor de Justiça do Tocantins por 25 anos e secretário de Segurança Pública do Estado entre 2015 e 2018.
O pré-candidato do PSL integrou o governo de Marcelo Miranda, do MDB, que teve mandato cassado por arrecadação ilícita de recursos para a campanha de 2014. Em entrevista ao Jornal Opção, Simoni afirmou não acreditar que sua imagem possa ser vinculada à gestão do ex-governador porque não era filiado a nenhuma legenda e não discutia partidarismo.
O nome do bajeense entrou no cenário político, como alternativa para a disputa ao governo, após debate realizado na Câmara dos Deputados, quando manifestou posição contrária ao Estatuto do Desarmamento. Em junho, Bolsonaro, que também é filiado ao PSL, recebeu o bajeense, em seu gabinete, em Brasília, e gravou um vídeo declarando apoio ao pré-candidato do partido.
Simoni não disputou a eleição suplementar realizada em junho, justificando que havia se filiado ao partido em abril, visando, especificamente, o pleito de outubro. Mauro Carlesse, do PHS, foi eleito, no segundo turno, em um processo histórico, marcado pelo volume de votos brancos e de abstenções, que totalizou 52% do eleitorado. Ao Jornal Opção, o bajeense avaliou o resultado como a demonstração do descontentamento dos tocantinenses com os grupos políticos estabelecidos no Estado.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...