ANO: 25 | Nº: 6308
16/07/2018 Fogo cruzado

Famurs articula nova regulamentação do Sistema de Sanidade Agroindustrial Familiar

Foto: Débora Szczesny / Divulgação Famurs

Lideranças discutem mudança na regra que permite venda de produtos de origem animal entre municípios
Lideranças discutem mudança na regra que permite venda de produtos de origem animal entre municípios

Em resposta a uma articulação encabeçada pela Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), o governo do Estado criou um grupo de trabalho para editar um decreto que deve aumentar a autonomia das cidades para integrar o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf).
A cidade que tem o Susaf implementado pode comercializar produtos de origem animal, além dos seus limites territoriais, fortalecendo a economia dos municípios. Quando o processo for concluído, o município e as agroindústrias poderão emitir declarações que irão substituir as vistorias antes obrigatórias.
O presidente da Famurs e prefeito de Garibaldi, Antônio Cettolin, participou de uma reunião com o secretário de Agricultura do Estado, Odacir Klein, para tratar da edição do decreto. “É uma pauta muito importante para os municípios e benéfica para as administrações municipais”, disse.
Apenas 31 municípios possuem o Susaf. A maior dificuldade, para os prefeitos, é a demora do Estado para realizar as auditorias obrigatórias. A secretaria estadual alega falta de pessoal para vistoriar os estabelecimentos. Após publicado, o decreto irá determinar vistorias e coleta de produtos por amostragem para verificar se a legislação está sendo cumprida, bem como a qualidade sanitária dos alimentos.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...