ANO: 26 | Nº: 6590
18/07/2018 Segurança

Júri absolve um e condena outro por morte ocorrida no interior do PRB

Foto: Divulgação

Canto foi sentenciado há 14 anos, já Farias absolvido
Canto foi sentenciado há 14 anos, já Farias absolvido

Durante todo o dia de ontem, aconteceu, no salão do júri do Fórum da Comarca de Bagé, o julgamento de Genecis Moreira Canto, conhecido como “Ronaldinho” e “Boca”, 30 anos, e Patrício Marcos Marques Farias, também de 30 anos. Ambos eram acusados de, no dia 9 de abril de 2014, no Presídio Regional de Bagé, terem matado Éderson de Lima Silva (Erechim), desferindo golpes de "estoques" (facas artesanais). No julgamento, Canto foi condenado há 14 anos em regime fechado e Farias foi absolvido.

De acordo com a sentença de pronúncia, um outro detento, que morreu no ano de 2016, Cristian Cogoy, após desentender-se com a vítima e, auxiliado por Canto, utilizando estoques, iniciou o ato de matar a vítima. Em ato contínuo, Farias teria sacado, de sua cintura, outro estoque e, também, atacado a vítima.

A vítima chegou a ser encaminhada à Santa Casa de Caridade, onde recebeu atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no dia 28 de abril de 2014.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...