ANO: 26 | Nº: 6526
19/07/2018 Editorial

Desafio superado

Talvez tenha sido um presente de aniversário. Ou apenas uma casualidade – o que é mais provável. Mas o fato é que um dia após completar 207 anos de fundação, Bagé superou uma das principais adversidades a qual, vez ou outra, precisa encarar. Sim, o racionamento de água, que neste ano se resumiu na distribuição de hídrico a cada 12 horas, se encerrou.

O presente, no caso, não foi propriamente o fim do rodízio de abastecimento, mas a chuva que, desta vez, contribuiu de sobremaneira para recuperar os reservatórios de água do município. A confirmação, vale mencionar, não foi uma surpresa, até porque tal possibilidade já havia sido levantada, semana passada, pelo diretor do Daeb, perante as previsões meteorológicas positivas no aspecto pluviométrico – o Jornal MINUANO detalhou a análise, bem como o que mudaria caso o sistema de abastecimento fosse alterado.

O caso é que, com o fim do racionamento, não muda apenas a realidade que permite água 24 horas nas torneiras de todos os imóveis, mas uma natural elevação no consumo que, segundo divulgado, chegou a reduzir em 25% durante o período de rodízio de abastecimento. Tendo em vista tal cenário, é importante, mais uma vez, que a população, assim como fez nos últimos cinco meses, não deixe o desperdício preponderar.

A conscientização assimilada de forma quase que obrigatória, motivada pela escassez de água, mesmo difícil de encarar em determinados momentos, trouxe reflexos positivos ao cotidiano. Na maioria das vezes, nos pequenos atos do dia a dia, como não deixar uma torneira aberta sem necessidade. Tais formas precisam, por mais que haja quem contrarie, ser permanentes. Até porque, como se sabe, logo adiante, um novo verão chegará e, com ele, menos chuvas e mais consumo. Caso não ocorra tal colaboração, no mínimo, um novo racionamento se avizinhará. Mas, por enquanto, o desafio foi superado.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...