ANO: 26 | Nº: 9492
21/07/2018 Esportes

Alvirrubro terá evento com bingo, venda de galeto e sorteio da van

Foto: Antônio Rocha

Evento busca angariar recursos para o time
Evento busca angariar recursos para o time

No dia 5 de agosto, a direção do Guarany vai promover um dia de atividades, que vai incluir um bingo, um galeto e o sorteio da van de lanches. O local ainda não está confirmado, mas deve ser divulgado em breve.

O presidente do Guarany, Pedro Sabella, conta que, até agora, dos sete mil números disponibilizados para o sorteio do automóvel, seis mil já foram vendidos, totalizando cerca de R$ 60 mil. "O valor pagou a Copinha", comentou. Ele também lembrou que o sorteio teve de ser adiado outras vezes e, por isso, o lugar escolhido para o evento deve ser um espaço fechado.

Sobre o bingo, os prêmios são uma sanduicheira e grill, um forno elétrico, uma batedeira, um espremedor de frutas, uma cafeteira, um micro-ondas, um liquidificador, um sacolão e o último prêmio será dado em dinheiro. O galeto será servido no local, mas é possível levar para a casa. Junto com o frango, será servido também arroz e salada, com o total de 200 pratos.

Atualmente, manter a estrutura do clube custa de R$ 15 mil a R$ 20 mil mensais. O local tem três funcionários, contas de água, luz, telefone e dívidas trabalhistas de outros anos. O próximo desafio para o alvirrubro será reunir dinheiro para a Copinha. Sabella reiterou que vai participar do Congresso Técnico, na segunda-feira. Ao longo da próxima semana, será tomada a decisão final sobre a disputa.

O presidente comenta que são necessários R$ 60 mil em caixa para garantir, ao menos, os salários durante a Copa Wianey Carlet. "A Copinha é fundamental, mas eu não sou inconsequente", declara. Ele afirma que uma de suas prioridades é deixar o clube, ao final de 2018, sem dívidas para seu sucessor. O Índio não tem esse valor, mas Sabella garante que a direção vai buscar a verba para continuar em campo no segundo semestre. Caso a inscrição seja confirmada, a equipe terá a mesma base da Terceirona. Ele também ressaltou que o Guarany teve uma boa campanha e agradeceu àqueles que tomaram a frente do clube durante os 33 dias em que esteve afastado por problemas de saúde. "Sinto tristeza por não ter passado, mas clube é assim mesmo, quem assume sabe que pode empatar, ganhar ou perder", disse.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...