ANO: 26 | Nº: 6573
27/07/2018 Cidade

Casal busca auxílio para custear estada durante tratamento do filho em Santa Maria

Foto: Arquivo pessoal

Bebê de um ano e oito meses está em tratamento quimioterápico
Bebê de um ano e oito meses está em tratamento quimioterápico
Em maio deste ano, o Jornal MINUANO contou a história do casal Cristiane e Márcio Chaves Medeiros, que, há quatro meses, acompanhavam o filho em tratamento quimioterápico em Santa Maria. Agora, a família busca auxílio para se manter, enquanto se reveza nos cuidados com o pequeno.
O pai, Márcio, explica que há cerca de seis meses, o filho, Eliézer, de um ano e oito meses, começou a apresentar casquinhas no couro cabeludo. Em consulta médica, a situação foi diagnosticada como intolerância à lactose. Passado algum tempo, enquanto os sintomas seguiam se manifestando, os pais procuraram novamente ajuda médica e, desta vez, tiveram um outro diagnóstico: Histiocitosedas células de Langerhans, que consiste em uma proliferação das células mononucleares dendríticas com infiltração local ou difusa nos órgãos, que pode ocasionar infiltrações nos pulmões, lesões ósseas, erupção cutânea e disfunções hepáticas, hematopoéticas e endócrinas.
Contudo, enquanto se revezam nos cuidados com o pequeno Eliézer, o casal parou as atividades remuneradas que exerciam. Enquanto isso, as outras duas filhas, uma de cinco anos e outra de 15 anos, permanecem em Bagé, sob os cuidados dos avós. Chaves, que atuava como servente de pedreiro, sem carteira assinada, está há mais de 120 dias sem trabalhar, portanto, sem renda. "Não tenho como trabalhar, temos que cuidar dele aqui. E no momento, precisamos de dinheiro para nos manter", conta.
Enquanto os pais acompanham o tratamento do filho, que faz quimioterapia no Hospital Universitário Camobi, permanecem em uma casa de apoio. O casal busca doações para a alimentação. "Passamos a maior parte do dia no hospital. Quando temos, comemos na rua. Quando não temos dinheiro, comemos no hospital", conta. A família abriu uma conta para quem puder ajudar com qualquer quantia, que pode ser depositada no Banrisul (agência: 0120 – conta: 391940530-7).
Além de doações de dinheiro, o casal busca doação de sangue do tipo O negativo para auxiliar no tratamento de Eliézer.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...