ANO: 25 | Nº: 6310
06/08/2018 Cidade

Bagé recebe Curso de Formação de Professores e Gestores Escolares

Foto: Chrystian Ribeiro/Ascom

Formação de docentes e gestores escolares envolve profissionais em nove municípios
Formação de docentes e gestores escolares envolve profissionais em nove municípios

Curso começou no início da semana, pelos municípios da fronteira Oeste do Estado, e chegou a Bagé no sábado, 4, quando iniciaram as atividades presenciais. A formação de professores e gestores escolares continua até setembro e envolve mais de 450 alunos em nove municípios.
Motivar, capacitar, instrumentalizar com recursos que tornem a sala de aula ainda mais atrativa ao aluno. Essas são algumas das dinâmicas que fazem parte do conteúdo que está sendo aplicado no curso. Somente em Bagé foram cerca de 200 participantes, entre professores e gestores de escolas da rede pública.
A abertura ficou por conta da reitora da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) e presidente do Corede Campanha, Lia Maria Herzer Quintana, que destacou a importância do educador. “Em primeiro lugar, gostaria de parabenizá-los por serem professores, por terem escolhido essa profissão, que é difícil, mas extremamente gratificante. O curso é um instrumento a mais na vida de vocês, porque acredito que esse seja também o nosso papel como parte do Comung (Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas) que somos. Essa qualificação foi uma demanda da comunidade da nossa região, que entendeu, através da Consulta Popular de 2016/2017, que deveríamos investir na formação continuada dos nossos professores”, explica.
O conteúdo das atividades foi estruturado por um grupo de professores que integra o Comung, do qual a Urcamp faz parte. O encontro de sábado formaliza a primeira aula presencial, com a apresentação dos participantes, a socialização dos assuntos e temas que serão abordados e a aplicação de dinâmicas de grupo. O restante do curso segue em formato EAD, através do ambiente virtual de aprendizagem, por meio da internet, com um último encontro presencial previsto para o final de setembro.
Em Bagé, os grupos foram divididos em quatro salas, sendo duas de gestores escolares, ministradas por duas professoras com larga experiência em gerência escolar e acadêmica, Viviane Gentil e Giciéli Barúa; e duas de professores, com as docentes da Urcamp, Clarisse Ismério e Matusa Mendes, e Cotinha Calvete e Suzana Lopes.
Dentre as gestoras escolares que vieram buscar mais qualificação estava Cláudia Fagundes, formada pela Urcamp, que hoje atua como coordenadora da Educação para Jovens e Adultos (EJA) na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Miranda. “A Educação vive uma fase bem difícil e nós somos a ferramenta de transformação. O gestor tem responsabilidade dupla, porque além do aluno, ele precisa motivar o colega professor. Esse curso vem nos esclarecer com temas na área pedagógica. Nos mostra que a inovação é importante para a sala de aula. É um auxílio importantíssimo porque nos mostra que a EAD (Educação a distância) está inserida na atualidade e temos que mostrar aos professores que ainda têm alguma resistência, que essa tecnologia vem para nos auxiliar”, justifica. A gestora concluiu o depoimento com uma fala sobre a Urcamp. “Voltar para cá e poder ter esse suporte da universidade que me formou é maravilhoso e motivador”, destaca.
Foi o mesmo sentimento alimentado pela professora Débora Rosa, que completou sua graduação na Urcamp e hoje leciona as séries iniciais na Escola Municipal Téo Obino. “O curso é uma formação continuada. Gostei da organização e espero aprender e refletir sobre a minha prática e no que o curso vai me ampliar”, revela.
A coordenadora Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Bagé, Carmem Bueno, também aprofunda os estudos, destacando a importância do curso. “A qualificação é necessária. Estamos em tempos de mudanças e quanto mais a gente tiver formação nós nos sentiremos mais seguras e capacitadas para educar. Nos sentimos contemplados em poder participar desse programa, juntamente aos nossos gestores e professores”, define.
O recurso que está sendo utilizado da Consulta Popular 2016/2017 é de, aproximadamente, R$ 4 milhões. A formação continuada de professores de 63 municípios gaúchos foi eleita pelos 10 Coredes do Estado.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...