ANO: 24 | Nº: 6064
11/08/2018 Fogo cruzado

Município pode participar do prêmio MPT na Escola

As Secretarias Municipais de Educação de 58 municípios gaúchos têm até a próxima quarta-feira, 15, para inscrever trabalhos na segunda edição do Prêmio MPT na Escola RS. A iniciativa, voltada a alunos do Ensino Fundamental, objetiva premiar os melhores contos, curtas-metragem, esquetes teatrais, músicas, desenhos e poesias sobre o combate ao trabalho infantil, elaborados a partir de atividades em sala de aula. De acordo com levantamento preliminar, o projeto atingiu neste ano mais de 190 escolas e mil turmas.
As cidades participantes selecionam e inscrevem um trabalho de cada categoria, encaminhando-os para a etapa estadual, organizada pelo MPT-RS. A premiação municipal é optativa. Na fase estadual, por sua vez, serão premiados três trabalhos de cada categoria. As escolas dos primeiros colocados também ganham prêmios. A cerimônia de premiação será realizada em 5/10, em Porto Alegre.
Alegrete, Arroio do Sal, Arroio do Tigre, Bagé, Balneário Pinhal, Barra do Quaraí, Boqueirão do Leão, Brochier, Cachoeirinha, Candelária, Capivari do Sul, Capão da Canoa, Carazinho, Charrua, Chuí, Cidreira, Dom Pedro de Alcântara, Eldorado do Sul, Encantado, Erechim, Esteio , Garruchos, Glorinha, Gravataí, Ibarama, Imbé, Itati, Lagoa Bonita do Sul, Mampituba, Manoel Viana, Maquiné, Marau, Mariana Pimentel, Maçambará, Morrinhos do Sul, Nova Santa Rita, Não-Me-Toque, Osório, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santo Antônio da Patrulha, Santo Antônio das Missões, Sapucaia do Sul, Sertão Santana, Sobradinho, Taquari, Terra de Areia, Teutônia, Torres, Tramandaí, Três Forquilhas, Uruguaiana, Vera Cruz, Viamão e Xangri-lá participam do projeto.
A avaliação dos trabalhos inscritos será feita por comissão julgadora, composta de três jurados para cada categoria, os quais serão indicados pelo MPT entre membros do órgão, representantes de organismos internacionais, órgãos e entidades nacionais e parceiros nas ações de prevenção e erradicação do trabalho infantil. Os primeiros colocados de cada categoria da etapa estadual serão encaminhados pelo MPT-RS para o Prêmio MPT na Escola Nacional, organizado pela Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância) do MPT. Em 2017, na etapa nacional, aluna de Capão da Canoa venceu a categoria Conto.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...