ANO: 25 | Nº: 6236
17/08/2018 Cidade

Árvores da Praça da Estação irão receber identificação com QR-Code

Foto: Tiago Rolim de Moura

Local irá abrigar um totem de orientação
Local irá abrigar um totem de orientação

Durante o encerramento do 10º Fórum Gaúcho de Arborização, que acontece os dias 23 e 24 de agosto, no Palacete Pedro Osório, em Bagé, uma das atividades previstas é a implantação de placas com QR Code (código de barras com informações disponíveis para celular) nas 12 árvores presentes da Praça da Estação. O projeto, feito pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa), integra o Programa de Arborização Urbana, que realizou o inventário arbóreo em 10 praças e nas principais vias da Rainha da Fronteira.

De acordo com uma das integrantes do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema), a agrônoma Tanira Sampaio, já foram implantadas 23 placas de QR Code na Praça das Carretas. Ela conta que, além dos códigos, será lançado um totem que irá guiar as pessoas para as plantas que possuem as placas. O inventário arbóreo identificou 2.255 árvores na primeira fase e foi constatado  que em torno de 90% das árvores necessitam de cuidados; apenas 9% encontram-se sadias sem necessidade de manejo, o restante são árvores mortas que devem ser retiradas e efetuados novos plantios. “Devemos dar prosseguimento ao inventário nos bairros de Bagé”, relata.

Tanira comenta que, além deste projeto, o Comdema, dentro da Câmara Técnica de Manejo de Flora Urbana, desenvolveu o Código Municipal de Arborização, cujo projeto está tramitando na Câmara de Vereadores. O documento estabelece parâmetros de planejamento, tratando sobre atos administrativos e técnicos, vistorias, fiscalização, infrações e penalidades. As regras foram aprovadas em audiência pública, realizada em maio.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...