ANO: 26 | Nº: 6539
18/08/2018 Cidade

Programa praças conectadas alcança mais três espaços públicos

Foto: Tiago Rolim de Moura

Praça das Carretas foi uma das primeiras a disponibilizar o acesso
Praça das Carretas foi uma das primeiras a disponibilizar o acesso
O Programa Praças Conectadas, criado pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDI), em abril de 2017, chega a mais três locais. O serviço de internet Wi-Fi começou sendo implantado nas praças Silveira Martins, Júlio de Castilhos (da Estação) e Carlos Gomes (próxima ao colégio Silveira Martins), e, agora, será implantado nas Praças de  Esportes, das Carretas e Santos Dumont.
De acordo com o titular da SDI, Bayard Pascoa Pereira, o objetivo do programa é disseminar, em áreas públicas de grande circulação, à internet gratuita, garantindo a todos o acesso igualitário a tecnologia digital e desta forma democratizar a informação. “Ultrapassamos mais de 100 mil acessos nessas áreas em que já foi implantado”, disse.
Conforme o secretário, a implantação já era para ter sido concluída, mas, devido ao clima úmido e chuvoso deste inverno, foi preciso adiar. Bayard destaca que hoje a internet é uma necessidade básica para o cidadão. Ao fazer o login na rede, os usuários têm direito a 0,5 megabytes de internet por segundo, durante o período de uma hora, podendo, ou não, iniciar uma nova sessão.
O projeto teve um investimento inicial de R$ 3 mil e o restante está sendo obtido através de parcerias público-privadas (PPP), com empresas locais que atuam no segmento. A expectativa é que, além das praças, com o decorrer do tempo, outras áreas de lazer com grande fluxo de pessoas na cidade, como o Ginásio Presidente Médici (Militão), deverão ser contempladas com sinal de internet gratuito.
O secretário ressalta que o programa foi viabilizado através da lei municipal 5.650, de 2016, criada através de projeto apresentado pela vereadora Sônia Leite. O gestor da pasta lembra que também foi lançado o edital para ampliação do parque tecnológico e a ideia é que, até o final da gestão, haja em torno de 150 quilômetros de cabeamento ótico no município. “Quando assumimos o governo eram 20 quilômetros de rede”, informa.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...