ANO: 24 | Nº: 6110
22/08/2018 Cidade

Mais de 4,5 mil pessoas assistem palestra do médium Divaldo Pereira Franco

Foto: Tiago Rolim de Moura

Médium concedeu entrevista à imprensa
Médium concedeu entrevista à imprensa

Mesmo com a noite fria de segunda-feira, milhares de simpatizantes ou praticantes da doutrina espírita assistiram a palestra do médium Divaldo Pereira Franco, realizada no Ginásio Presidente Médici (Militão). O evento foi realizado pela Associação Espírita Amor e Caridade (Aeac), em comemoração ao ano do centenário. A entidade comemorou cem anos no dia 19 de maio deste ano.

Na ocasião, Divaldo Franco, reconhecido como um dos maiores médiuns e oradores espíritas da atualidade, foi considerado hóspede oficial do município e recebeu o título de Cidadão Bajeense, proposto pelo vereador Omar Ghani.

Com a tranquilidade peculiar, o palestrante chegou ao ginásio às 19h para atender a imprensa e autografar obras. O médium, de 91 anos, que enfrenta um problema grave na coluna, está em caravana pelo Rio Grande do Sul. Ele realizou palestras em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Pelotas, Sant'Ana do Livramento, Santa Maria e Bagé, e irá finalizar a caravana em Santa Maria e Santa Cruz do Sul.

Divaldo Franco falou sobre amor, fraternidade e educação e prometeu honrar a cidade que o agraciou com a titulação. "Venho ao município há quase 50 anos e aqui criei raízes profundas de amizade. Agradeço à Câmara de Vereadores a distinção que na verdade é feita para o espiritismo. Eu sou apenas uma voz que manda uma mensagem", disse.

O orador ressaltou que há uma confusão alastrando a terra que torna as pessoas vazias de sentimentos. Para ele, a educação é o elemento básico para a construção da sociedade. Ele disse, ainda, que uma sociedade educada é profundamente feliz. "É importante convidar o ser humano para uma radical mudança de comportamento", frisou.

Caravana

A caravana de Divaldo Franco pelo Estado conta com a participação da Federação Espírita do Rio Grande do Sul (Fergs). De acordo com o presidente da entidade, Gabriel Salun, o palestrante consegue conectar a doutrina espírita no seu aspecto científico, filosófico e religioso com todos os ramos do conhecimento humano.

Segundo Salun, durante as explanações do médium são abordadas as situações de crise, de corrupção, das separações que as comunidades humanas criam, as questões eleitorais, políticas, aborto e o egoísmo. "Ele fala de fraternidade, de perdão e de nos darmos várias chances de nos perdoarmos o quanto for preciso, a fim de que nossas relações se pacifiquem", destacou.

Centenário

O presidente da Associação Espírita, Elandi de Freitas Ferreira, salientou que o Amor e Caridade é a casa mais antiga de Bagé e a vinda do palestrante culminou com o fechamento das atividades dos 100 anos. O presidente ressaltou que todo o alimento arrecadado na palestra será utilizado para as obras sociais mantidas através do Núcleo Nova Esperança, Sociedade Espírita Vicente de Paulo, Instituto Caminho da Luz e, também, a Fundação Geriátrica José e Auta Gomes. "Queremos que toda a comunidade seja beneficiada com as doações do evento", salientou.

Ferreira comentou que a entidade conta com mais de 500 participantes nos grupos de estudo, evangelização e sessões públicas e foi erguida por milhares de criaturas de boa vontade. "Daqui para frente será entregue para as novas gerações para que chegue ao segundo centenário. Hoje, Divaldo nos trouxe o pão espiritual, um banquete para a alma", comemorou.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...