ANO: 24 | Nº: 6038
22/08/2018 Editorial

Resultado do trabalho

Se há aspectos que podem comprovar a luta de quem trabalha para transformar realidades, estes se constatam, primeiramente, a partir os desafios assumidos e, num segundo momento, pelos resultados obtidos. É evidente que, dentro de qualquer cenário, a situação encarada logo no início de uma empreitada norteará, em igual proporção, o tamanho da comemoração caso os objetivos sejam alcançados.
Este breve resumo tem um motivador especial, ao menos neste momento. Busca evidenciar uma informação, confirmada ontem, que garantiu, à Urcamp, nota máxima na avaliação do Ministério da Educação. Mas por que tal conquista merece ser tão exaltada? É, agora, mais que pertinente, elencar alguns pontos.
Há cerca de dez anos, tal instituição vivia um momento que, para muitos, era visto como crítico. Passivos existentes se acumulavam e aumentavam em tal medida que a receita mal acompanhava. Era, de fato, um momento tenso que exigiu, por parte de toda a sociedade municipal – e regional – uma mobilização para evitar que a universidade mais antiga na região fechasse suas portas. O resultado, em parte, trouxe alguns benefícios. Mas não soluções definitivas.
Foi então que, numa espécie de desafiar-se, a atual gestão decidiu encarar a realidade e resgatar não apenas a credibilidade, mas a saúde financeira da Urcamp. A trajetória foi árdua e exigiu planejamento, dedicação, mas, acima de tudo, compreensão para encarar decisões difíceis, do ponto de vista acadêmico. Um deles, que passa a se apresentar agora, é o de que a Urcamp se transformou e passará a desempenhar suas funções como Centro Universitário. Isso, mesmo que haja quem discorde, foi estratégico. Foi necessário adaptar-se a uma nova realidade do Ensino Superior, já vislumbrado por todas as instituições, inclusive públicas.
Diante de tal definição, toda e qualquer disponibilização de ensino passou a basear-se na demanda e, ainda, na capacidade de oferta. Esta foi a gestão escolhida. De modo que a Urcamp retomou sua credibilidade, tanto no mercado financeiro, quanto acadêmico. Além de honrar compromissos assumidos, inclusive passivos de longa data, pode investir em uma nova estrutura que, hoje, já é possível ser visualizada por quem percorre seus corredores e salas de aula diariamente, mas também por um eventual visitante.
O planejamento, o esforço e a capacidade técnica e intelectual de todos os colaboradores e funcionários, que assumiram o desafio, deu resultado. Talvez até acima no esperado neste momento recente. O fato é que a Urcamp mostrou que se transformou, e para melhor. É, hoje, um Centro Acadêmico de ponta, com nota máxima do Ministério da Educação.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...