ANO: 25 | Nº: 6399
25/08/2018 Segurança

Operação Cronos: ação contra feminicídio e homicídio registra prisões em Bagé

Foto: Divulgação

Ação contou com a participação de todas delegacias de Bagé
Ação contou com a participação de todas delegacias de Bagé

A operação Cronos, da Polícia Civil, destinada ao combate ao feminicídio e homicídio (tentados e consumados) foi deflagrada durante todo o dia de ontem, em todo País. O presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis, delegado gaúcho Emerson Wendt, informou que mais de mil prisões foram feitas até o final do dia. “O que estamos fazendo hoje é um esforço concentrado no combate ao feminicídio”, complementou. A atividade resultou, também, com o cumprimento de mandados de detenção em Bagé.

A Operação Cronos tem o apoio do Ministério da Segurança Pública e é coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis. A ação foi definida em julho, durante reunião com o ministro Raul Jungmann. Segundo ele, a megaoperação é o exemplo, na prática, do funcionamento do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) com a integração das polícias com o Ministério Público e o Poder Judiciário que, nesse caso, tem o objetivo de combater a violência, especialmente, o feminicídio e garantir as medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha.

As investigações também contaram com o apoio da coleta de material genético que deve chegar a um banco de dados até o fim do próximo ano com 130 mil DNAs coletados. “Quando ocorrer um estupro, um feminicídio, é possível fazer a comparação do material genético encontrado na cena do crime com os DNAs”, disse Jungmann. “Dá velocidade, precisão e permite a elucidação de crimes", reiterou.

O nome da operação, Cronos, é uma referência à supressão do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime.

Na região

Em Bagé, a 9º Delegacia Regional de Polícia Civil (9º DPR) coordenou a ação com a Primeira e Segunda Delegacia de Polícia e a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam). A Segunda Delegacia Polícia Civil cumpriu três mandados de prisão. Em ação pela manhã de ontem, no bairro Ivone, na rua NIlton Vaz Cachapuz, foi efetuada a prisão, por pena de crime de roubo, de Bruno Freitas Moreira, de 30 anos. Ele tem para cumprir pena de cinco anos e seis meses.

Dando continuidade as ações, na Vila Gaúcha, na rua 448, foi preso Uelinton Camargo da Conceição, de 21 anos, por cumprimento de pena em crime de tráfico de drogas. Ele terá que cumprir nove anos e seis meses. Na tarde, foi preso, no bairro Tiaraju, Alexandre Gonçalves Quevedo, de 38 anos, em cumprimento de sentença condenatória de crime de furto.

A primeira Delegacia cumpriu dois mandados de busca e apreensão. Em uma delas, foram encontrados crack, maconha, uma faca e dois telefones celulares em poder de um adolescente de 17 anos. Já a Deam cumpriu três mandados de busca e apreensão, onde foram identificadas munições, possível substância para preparação de cocaína e balança de precisão, além de dois rádios comunicadores sintonizados na frequência da Brigada Militar.

Em São Gabriel, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e efetuada uma prisão.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...