ANO: 25 | Nº: 6255
27/08/2018 Campo e Negócios

"Uma oportunidade de mostrar à população o tamanho do campo brasileiro", destaca Gedeão Pereira

Foto: Tiago Francisco/EspecialJM

Bajeense discursou na cerimônia de abertura da Expointer
Bajeense discursou na cerimônia de abertura da Expointer
O clima da cerimônia de abertura da 41ª Expointer foi de grande interação entre todas as instituições responsáveis pela realização do evento. Em sua primeira participação como presidente do Sistema Farsul no ato de inauguração, Gedeão Pereira homenageou Carlos Sperotto e reiterou a continuidade da defesa das três bandeiras içadas pelo presidente da casa por mais de 20 anos: a defesa do uso da transgenia nas lavouras, a busca de soluções para o endividamento rural e a defesa do direito à propriedade.

Para o presidente do Sistema Farsul, esta é a Expointer da expectativa, em referência ao cenário cambial vivido pelo País e agravado nesta última semana, levando o dólar a atingir o patamar dos R$ 4,10. "Teremos uma safra a seguir, mas não sabemos qual será o custo de produção, tampouco como estará o dólar na hora de vender os grãos", disse. Pereira falou que a única certeza do momento é que "teremos uma grande Expointer, com mais uma oportunidade de mostrar à população o tamanho do campo brasileiro".

O secretário da Agricultura, Odacir Klein, afirmou que a feira contou com importante apoio das entidades promotoras. Ele observou a intenção do produtor rural que faz negócios na feira olhando para o futuro.

A cerimônia foi palco da entrega da medalha Assis Brasil ao produtor rural Vasco da Costa Gama, ao advogado Ricardo Barbosa Alfonsin, e ao presidente da Fundesam, Rogério Kerber. Ao final, o governador José Ivo Sartori ressaltou o valor do produtor rural. O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, representou o presidente Michel Temer na cerimônia e parabenizou todos os responsáveis pela organização da Expointer.

Também participaram da cerimônia o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, o secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcísio Minetto, o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, e o presidente da Febrac, Leonardo Lamachia, entre outras autoridades e representantes do setor produtivo.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...