ANO: 25 | Nº: 6284
28/08/2018 Cidade

Campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite termina nesta sexta-feira

Foto: Tiago Rolim de Moura

Imunização da pólio é feita por dose oral
Imunização da pólio é feita por dose oral
A Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a poliomielite termina nesta sexta-feira. Em Bagé, até o último levantamento da ação, no dia 23 de agosto, a Secretaria Municipal de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência havia contabilizado 4.574 pessoas vacinadas, atingindo 75,33% do público-alvo, composto por crianças de um a quatro anos, 11 meses e 29 dias. Quem ainda não recebeu a vacina pode procurar a unidade de saúde mais próxima.
Segundo a coordenadora do setor de imunizações do município, Tatiana Miranda, a campanha é um excelente exemplo dos benefícios que a vacinação universal pode trazer para a saúde infantil. A incidência das doenças diminui drasticamente, tendo-se chegado a admitir a sua erradicação em alguns países com elevada cobertura vacinal. “É importante recordar que as vacinas são uma das maiores conquistas da medicina moderna, porque permitem erradicar doenças. Peço para que os responsáveis e pais levem as crianças para vacinar contra a poliomielite e contra o sarampo até o dia 31 de agosto”, diz.
A campanha do governo federal tem o objetivo de alcançar pelo menos 95% do público-alvo. O governo salienta que mesmo as crianças que já foram vacinadas em outro momento devem receber doses de reforço nos postos de saúde. As vacinas utilizadas para esta estratégia são a oral da poliomielite (VOP) e a tríplice viral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba. Esta também é uma oportunidade para que as crianças atualizem a vacinação de rotina.
O sarampo, que não era registrado no Brasil desde 2015, retornou, neste ano, causando mortes no Norte do País. No Rio Grande do Sul, a cobertura vacinal é de 59,94%, atualmente. De acordo com o boletim epidemiológico, até o momento, são 13 casos confirmados no Estado, em pessoas com histórico de viagem à Europa e ao Amazonas, ou em pessoas com contato próximo a elas. A poliomielite está erradicada no Brasil desde 1994, sendo que o último caso registrado em território gaúcho foi em 1983.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...