ANO: 25 | Nº: 6313
28/08/2018 Cidade

Corrida dos Archotes dá inicio a Semana da Pátria

Foto: Arquivo JM

Chama será conduzida até a Praça Silveira Martins
Chama será conduzida até a Praça Silveira Martins

Várias atividades estão previstas para ocorrer entre os dias 31 de agosto e 7 de setembro, em comemoração a Semana da Pátria. O acendimento do fogo simbólico marca o início das festividades. O ato é realizado após a tradicional Corrida dos Archotes, que terá inicio em frente à Associação Atlética Banco do Brasil, às 19h . A chama será conduzida por um grupamento de atletas da 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (3ª Bda C Mec) e por dois representantes de cada unidade militar.

Conforme o subtenente José Ricardo de Souza Soares, da Seção de Comunicação Social da 3ª Bda C Mec, o fogo simbólico da Pátria está no 3º Batalhão Logístico (3º B Log) desde o dia 23 de agosto. Ele conta que a chama foi recebida durante solenidade que contou com a participação de militares e alunos da Escola São Pedro. A escolta, composta por ex-militares e integrantes da Liga da Defesa Nacional (LDN), saiu da cidade de Porto Alegre e percorreu dezessete municípios até chegar à Rainha da Fronteira.

Soares salienta que o fogo simbólico ficará sob a guarda do 3º B Log, até o dia 31 de agosto, quando será conduzido pelo grupo de atletas, da Brigada Patrício Corrêa da Câmara, até o Obelisco da Praça Silveira Martins (do Coreto). A extinção da chama ocorre após o desfile cívico-militar do dia 7 de setembro.

História

O fogo simbólico surgiu no ano de 1937, quando um grupo de patriotas, do Rio Grande do Sul, procurava um ícone que bem representasse o povo brasileiro. O motivo do fogo remete ao fato de o elemento ser companheiro do homem desde a pré-história. O primeiro evento destinado ao símbolo foi à corrida do fogo simbólico da Pátria, em 1938, com um trajeto de 26 quilômetros, entre os municípios de Viamão e Porto Alegre.

Programação

A Semana da Pátria deve mobilizar as escolas da rede pública municipal com uma série de atividades alusivas à data. Para a programação, estão previstos momentos cívicos, apresentações de bandas e grupos musicais. As atividades encerram no dia 7 de setembro, a partir das 9h, com o desfile das Organizações Militares da Guarnição de Bagé, seguido pela caminhada cívica das escolas municipais, estaduais, particulares e entidades da sociedade civil.

Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria Municipal de Educação e Formação Profissional (Smed) lançou uma proposta onde pessoas que atuam no cenário cultural da cidade são homenageadas. No ano passado, o trabalho foi sobre escritores bajeenses, que culminou no lançamento do livro da 1ª Antologia, que reúne textos dos alunos da rede municipal. Neste ano, as homenagens serão aos cantores e compositores de Bagé, com o Projeto Bagé em Cantos. A iniciativa vai culminar com a gravação de um CD com a participação dos alunos das escolas municipais.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...