ANO: 25 | Nº: 6209
28/08/2018 Campo e Negócios

Empate entre os mais pesados

Foto: Dyessica Abadi/Palácio Piratini

Dois touros da raça Charolês pesaram 1.265 quilos e dividiram o título na Expointer
Dois touros da raça Charolês pesaram 1.265 quilos e dividiram o título na Expointer

Pela primeira vez na história da Expointer, houve um empate técnico na pesagem dos animais. Com 1.265 quilos, dois touros da raça Charolês ganharam o título de animal mais pesado da feira no domingo, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Os grandões sempre atraem a atenção do público, que faz até fila para bater fotos. Os animais ficam bem pertinho um do outro, no pavilhão do gado de corte. No box 874, está o Charolês JB Legend, do expositor André Berta, da Cabanha Figueira, de Arambaré-RS. No box 877, aparece o Charolês NBO Poderoso do Boqueirão, do expositor Newton Bolis de Oliveira, da Cabanha Boqueirão, de São Francisco de Assis.

Como todos os animais da feira, eles recebem tratamento especial. Sempre há um cuidador por perto. Ao contrário do que muitos pensam, os bichos têm horários para comer: são três refeições por dia. Conforme explica o cabanheiro Juarez Lopes, que trata do Poderoso, a quantidade de comida fica em torno de 3% do peso do animal. Neste caso, uma "boquinha" de 37,95 quilos de ração e pasto verde.

O segundo maior peso ficou com o touro do box 1021, Dado da Boa Esperança, da raça Limousin, do criador Cacaio Lima, da Cabanha Fazenda Boa Esperança, de Cachoeira do Sul. Ele pesa 1.245 quilos. Vinte a menos do que os campeões.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...