ANO: 25 | Nº: 6378
29/08/2018 Cidade

Sinpro-RS aprova recredenciamento da Urcamp

Foto: Tonico Alvares/EspecialJM

“A instituição mostra, com isso, que está aberta a adequações às novas questões que se impõem aos modelos de gestão do Ensino Superior
“A instituição mostra, com isso, que está aberta a adequações às novas questões que se impõem aos modelos de gestão do Ensino Superior", disse Fuhr
O diretor do Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinpro-RS), Marcos Júlio Fuhr, afirmou, ontem, em entrevista ao Jornal Minuano, que a entidade está animada com a notícia da aprovação da Urcamp junto à avaliação in loco realizada pelo Ministério da Educação. Diretor destacado pelo sindicato para acompanhar o caso da Urcamp desde 1998 - atividade que compartilha com os diretores locais de Bagé, Livramento e Alegrete -, Fuhr diz que avaliações em instituições de ensino são regulares e comuns. “O que é raro e, particularmente, chama atenção no caso da Urcamp é a prova de empenho e qualidade demonstrada pela nota máxima alcançada com conceito 5 dos avaliadores do MEC. Isso sim é expressivo”, destaca.
Para o diretor do Sinpro-RS, o desempenho da Urcamp na avaliação demonstra os esforços da instituição não apenas no sentido da sua manutenção. “A instituição mostra, com isso, que está aberta a adequações às novas questões que se impõem aos modelos de gestão do Ensino Superior, às exigências de um mercado que se altera com muita rapidez e, também, às novas dinâmicas que se apresentam à educação”, pondera. Por isso, diz que a alteração de organização acadêmica para Centro Universitário é um grande passo para garantir o futuro da Urcamp.

Uma história de atenção especial
Marcos Fuhr diz não ter como descrever o tempo e a disposição especial que o sindicato dedica à Urcamp, sem apontar a situação de precaridade e de crise agravada que existia nos períodos de gestões anteriores. O contexto de dificuldades era tão grande que o sindicato elegeu a Urcamp para estabelecer uma relação diferenciada do que vinha fazendo com outras instituições. “A situação observada entre 1998 e 2006 era de tantos problemas que decidimos acompanhar e, até mesmo, sugerir medidas que apontassem para uma situação mais amena”, conta. O caso mais alarmante, segundo o sindicalista, era a realidade dos pagamentos em constante atraso. Já entre 2006 e 2007, o Ministério da Educação emitiu decreto visando criar um padrão para a oferta de Ensino Superior no País, estabelecendo exigências mínimas para cada tipo de instituição. “Naquela época já nos preocupávamos que a Urcamp não pudesse se credenciar como universidade, uma vez que agora era exigida a oferta de três cursos de mestrado e dois cursos de doutorado, o que a instituição não tinha e não apresentava condições de garantir”, argumenta.
“Então, nessa proposta de acompanhar e interagir com a instituição e corpo docente, colocamos que a Urcamp deveria investir em seu redimensionamento e cogitar sua operação como Centro Universitário, face ao quadro crônico que apresentava. A proposta foi aprovada em reunião do Sinpro-RS com professores em Bagé, no ano de 2010”, relembra o diretor.
Com essa informação, Fuhr considera positivo a reitoria da Urcamp ter levado a proposta em consideração, já que, na análise do sindicato, o recredenciamento seria a melhor alternativa para a manutenção das atividades da instituição. “O recredenciamento não compromete a instituição porque mantém o nome e marca já consolidados por décadas de trabalho. O diploma não sofre nenhuma alteração porque simplesmente não existe uma hierarquia nestes casos. O MEC reconhece os diplomas de todas as organizações acadêmicas, sejam elas universidades, centros universitários ou faculdades isoladas”, defende.
Para o dirigente sindical, qualquer informação que desqualifique a formação oferecida pela instituição remete a interesses que não estão comprometidos com a sobrevivência da Urcamp e com a viabilização do histórico trabalho que ela desenvolve na região há seis décadas.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...