ANO: 25 | Nº: 6383
30/08/2018 Fogo cruzado

Pleito contabiliza 11 renúncias no Rio Grande do Sul

Treze postulantes gaúchos ao pleito de outubro estão inaptos. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 11 candidatos renunciaram e dois tiveram registros cancelados. O Progressistas, que formalizou coligação com o PSDB, lidera a lista entre os partidos, com quatro desistências. As renúncias estão associadas à composição da nominata.
A relação divulgada pelo TSE inclui, ainda, dois postulantes do PCdoB, dois do PSC, um do PSB, um do PT, um do DEM, um do Podemos e um do PDT. Três candidatos haviam sido inscritos como segundo suplente de senador, oito disputariam vagas na Câmara dos Deputados e apenas um concorreria à Assembleia Legislativa.
O Pleno do TRE-RS iniciou, na segunda-feira, 27, a análise dos pedidos de registro de candidaturas para as eleições gerais desse ano. Aproximadamente 1,3 mil processos devem ser examinados até o dia 17 de setembro - prazo previsto no calendário eleitoral. O julgamento dos registros é requisito essencial para que os candidatos possam disputar os cargos eletivos.
O julgamento de todos os pedidos será feito por meio do Processo Judicial Eletrônico (PJE). O sistema, que está sendo implantado pela Justiça Eleitoral em todo o Brasil, pretende substituir, progressivamente, os processos em papel.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...