ANO: 25 | Nº: 6210

Dilce Helena Alves Aguzzi

dilcehelenapsicologa@gmail.com
Psicóloga
04/09/2018 Dilce Helena Alves Aguzzi (Opinião)

Empaturrar-se de informação é uma coisa, saber é outra

Algumas pessoas afirmam e outras tantas acreditam que vivemos a era cognitiva. Muitos assistem maravilhados à multiplicação de aparelhos e tecnologias que nos facilitam o acesso a novidades e nos poupam a memória (como se isso fosse benéfico!). São os aparelhos smart ou inteligentes. Ouso perguntar se as máquinas estão ficando inteligentes, nós estamos nos tornando o quê, então?

Estamos nos desenvolvendo ou apenas nos empanturrando de informações na maioria das vezes inúteis? Estamos expandindo nossas inteligências múltiplas nesse momento histórico ou estamos criando uma relação de servidão para com o uso da tecnologia? Por óbvio, que não sou contra o progresso tecnológico, entretanto sou da área de ciências humanas e da saúde, necessito puxar esta reflexão para o enfoque do desenvolvimento humano em primeiro lugar. Precisamos pensar novamente sobre as diferenças entre conhecer e saber para podermos tirar proveito, como sociedade e como indivíduos, dos dois conceitos.
Somos tão ignorantes ainda sobre tantas e tantas coisas importantes que facilmente nosso ego se infla ao compreendermos alguns míseros conceitos novos, e aí está a confusão - tomamos conhecimento por sabedoria. Os dois aspectos são essenciais para o crescimento da humanidade, porém nem sempre caminham lado a lado.
O conhecimento envaidece e distancia. A sabedoria aproxima e ilumina.
Conhecer é enxergar. Saber é ter consciência.
O conhecimento dá trabalho, exige esforço e disciplina. A sabedoria desacomoda, anula o ego e impõe autocontrole.
Conhecimento emancipa. Sabedoria liberta.
Nem sempre conhecimento torna alguém sábio. E o sábio, por sua vez, considera plenamente a impossibilidade de conhecer tudo.
Conhecer exige novos dados e intelecto para analisá-los. Sabedoria exige toda engrenagem humana agindo em harmonia corpo, mente, espírito e vivência em comunidade.
O conhecimento promove progresso. A sabedoria gera evolução.
O conhecimento transforma e tal transformação é evidente. A sabedoria leva a profundas transformações no universo interno dos indivíduos e das sociedades.
Conhecimento é a chegada. Sabedoria é a escolha do caminho.
Conhecer é chave para crescer, é importante e deve ser buscado, entretanto, sem que para isso seja necessário abrir mão do que somos em essência ou que o conhecimento e escolhas do outro seja menosprezado e invalidado.
Sabedoria é nunca esquecer disso!

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...