ANO: 26 | Nº: 6577
05/09/2018 Esportes

Atletas completam maratona Mizuno em Santa Catarina

Foto: Divulgação

Evento é considerado um dos mais difíceis do Brasil
Evento é considerado um dos mais difíceis do Brasil

Os bajeenses Cláudia Lopes, Guilherme Pizarro e Daniel Vasques completaram a Mizuno Uphill Marathon 2018, no sábado, 2 de setembro, na Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina. Sendo realizado anualmente e reunindo cerca de 1,5 mil atletas a cada edição, o evento se trata da primeira maratona de subida do Brasil, com trajeto de 47 quilômetros e 1,4 mil metros de altura, além de 284 curvas.

Aos 53 anos, Cláudia, também conhecida como “baixinha”, foi a primeira mulher bajeense a conseguir finalizar a prova. Ela comenta que nunca havia praticado esportes até os 50 anos, pois tinha problemas de saúde. Entretanto, motivada por uma qualidade de vida melhor, iniciou seu treinamento fazendo caminhadas na praça e lentamente foi iniciando a correr pequenas distâncias.

Hoje, três anos após ter iniciado nos esportes e com o apoio de marido e treinador, Marco Souza, a bajeense já participou de 50 competições. Sobre a mais recente conquista, ela avalia o resultado como ‘o sonho de todos os corredores’. “Comento muito com os amigos corredores, ganhar é legal, mas a melhor parte é termos uma autoestima elevada. Este esporte proporciona muito isso, a outra parte valiosa é que nestes eventos conhecemos muitas cidades e fazemos muitos amigos, isso não tem preço”, declara.

Pizarro, de 29 anos, conta que, embora já tivesse feito outras provas, esta foi a sua primeira maratona. O bajeense vê a conclusão da prova como ‘uma sensação indescritível’. “Essa prova foi uma superação total. Tive só três meses de treino e fiz poucas rodagens, mas muito treino de força, que era o que seria preciso para encarar essa prova”, comenta.

Já para Vasques, de 33 anos, a estratégia utilizada foi poupar fôlego para os últimos 12 quilômetros de prova, ditos por ele como os mais difíceis, devido à grande altitude e aos ventos. No entanto, mesmo com as condições climáticas adversas, o bajeense assegura que o trajeto foi uma experiência emocionante e que se diferencia de todas as atividades feitas em seus seis anos de corrida. “Foi diferente de todos os eventos que já participei. O local é lindo, com uma paisagem encantadora e a dificuldade da prova também te incentiva a se superar”, destaca.

As inscrições para a maratona de 2019 já estão abertas. Mais informações podem ser obtidas através do site https://uphillmarathon.com.br.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...